Restaurantes capacitam-se para atender pessoas com alergias alimentares

RestauranteA Associação de Alergia Alimentar do Quebéc (AQAA) lançou no início deste ano a edição 2008 do Manual para Gerenciamento de Alergias Alimentares em Restaurantes e outras Empresas de Alimentos (Food Allergy Management Manual for Restaurants and Food Services). De acordo com uma pesquisa recente, muitos proprietários de restaurantes estavam preocupados com a questão da alergia alimentar, pois a maioria não possui as informações necessárias para atender este tipo de cliente, sendo que alguns até já enfrentaram processos judiciais por terem causado danos à saúde de alérgicos. O Manual oferece aos gerentes de bares, restaurantes e outras empresas de alimentos informações para que eles possam agir de maneira pró-ativa às necessidades de um número crescente de clientes com algum tipo de alergia alimentar. “Esta publicação reúne um conhecimento de valor inestimável, desenvolvido ao longo de vários anos por instituições e consultores especializados na área de alergias alimentares ligados à Associação de Alergias Alimentares do Quebéc.” explica Chantal de Montigny, nutricionista e autora do Manual. Além do Manual, a AQAA também oferece um treinamento customizado, ministrado no local do cliente por instrutores e nutricionistas credenciados pela Associação. O Brasil certamente poderia seguir o exemplo canadense e desenvolver material semelhante. Além de beneficiar milhares de pessoas com intolerâncias e alergias alimentares, um projeto deste porte estaria abrindo oportunidades para restaurantes oferecerem um diferencial no seu atendimento, com cardápios especiais e pessoal treinado para atender este público, bem como oportunidades para nutricionistas atuarem neste mercado. Fonte: Association Québécoise des Allergies Alimentaires – AQAA

Luciane é fundadora e editora do Semlactose.com há mais de 10 anos e sócia da Anitah Alimentos, empresa de alimentos sem glúten e sem lactose. Luciane descobriu sua intolerância à lactose em 2006 e desde então atua como pesquisadora sobre o tema de intolerâncias e alergias alimentares criando e adaptando receitas, além de aprimorar suas habilidades culinárias através de cursos de gastronomia no Brasil e no exterior.