fbpx

Crianças com intolerância alimentar: como inovar na alimentação?

inovar_alimentacao.jpgSeu filho tem intolerância à lactose e você está na maior dúvida sobre a sua alimentação. Como oferecer alimentos adequados para as crianças em meio a tantas restrições?

Recebemos comentários diários de pais e mães em busca de sugestões para aprimorar o cardápio dos baixinhos que acabam ficando entediados com as poucas opções “saborosas” ao paladar infantil. Para as crianças com alergia às proteínas do leite a restrição é ainda maior, principalmente com produtos industrializados, pois mesmo que o produto não contenha leite ou derivados em sua composição, há a possibilidade de conter traços de leite, e com isso desencadear sérias reações alérgicas.

O Junk Food Infantil

Nos últimos anos, os supermercados foram absolutamente invadidos por incontáveis tipos de biscoitos, bolinhos, sobremesas, salgadinhos, balas, sem falar nos congelados com desenhos infantis nas embalagens. Tudo para atrair os pequenos … e os grandes também! Muitos pais vêem neste tipo de alimento uma forma rápida e prática de satisfazer as crianças sem ter que perder tempo com o preparo. No entanto, quando os pais se deparam com o problema de uma intolerância ou alergia alimentar, eles percebem que grande parte dessas guloseimas contêm leite ou traços de leite e aí começa todo o problema: como mudar os hábitos alimentares das crianças…e da família.

Como em todas as dificuldades sempre é possível encontrarmos oportunidades, vejo que a alimentação de crianças com intolerâncias e alergias alimentares pode, na verdade se tornar até mais saudável do que crianças que consomem alimentos sem restrições. Tudo dependerá da forma como os pais conduzirão a tarefa das refeições e do aprendizado de novos sabores.

Mudando Hábitos Alimentares

A mudança de hábitos alimentares é quase como pedir para você começar a andar de costas. “Impossível”, muitos dizem. Não posso viver sem o meu “feijão com arroz”. Este é um dos motivos pelo qual a maioria das pessoas que inicia uma dieta para perda de peso não consegue mantê-la, pois estamos emocionalmente conectados aos alimentos. Não é a toa que quando a expressão Comfort Food (comida de conforto em português) foi criada, muitos se identificaram rapidamente com a idéia que ela traz: a carne de panela que nossas avós faziam, a sopa que minha mãe preparava… a comida nos traz lembranças de conforto e prazer.

Entretanto, é importante lembrar que, de forma geral, o brasileiro não tem cultura de educação para o sabor. Apesar da riqueza gastronômica de norte a sul do País, o brasileiro pouco aprendeu a experimentar e apreciar novos sabores.  O seguro é sempre o mais confortável e isso é passado aos nossos filhos. Por este grande preconceito ao desconhecido, nós acreditamos que aquilo que estamos acostumados a comer é tudo o que existe neste mundo. Mas estamos muito enganados.

Alimentos sem lactose mais saudáveis?

Um biscoito recheado ou um biscoito integral com castanhas e geléia de frutas?  Macarrão com molho de tomate ou molho de nata e queijos? Você perceberá que a alimentação sem lactose, muitas vezes levará você a fazer opções mais saudáveis, de alimentos mais nutritivos com mais fibras, vitaminas e minerais ao invés de excesso de gorduras e carboidratos simples.

Saindo do círculo vicioso do feijão-com-arroz

É difícil encontrar produtos sem lactose no mercado. Sim, isso é verdade, mas em parte. Ao invés de ficarmos sentados esperando que as empresas rotulem as embalagens com “Sem Lactose” é preciso ter uma atitude pró-ativa. Sugiro uma experiência bem prática: vá ao supermercado e procure não comprar aquilo que você está acostumado. Saia do piloto automático e procure comprar produtos que você nunca experimentou. Medo? Você se dará conta de que há diversas opções que você nunca havia se dado conta bem na sua frente. Até produtos que você já conhece, mas que por preferir outros, você os ignora. Quantas vezes você passa pelo corredor dos doces e prefere pegar aquela barra de chocolate ao invés de passas de banana? passoquinha de amendoim? mariola?

Criatividade na Cozinha

A criatividade na cozinha também está ligada aos nossos hábitos alimentares. “Só sei preparar tal prato dessa forma, com os ingredientes que estou acostumado.” Sair dessa rotina é fundamental para inovar. Você já tentou fazer uma receita de bolo e adicionar suco de frutas e verduras liquidificadas ao invés de leite? Fica maravilhoso, e na mistura com os outros ingredientes, as crianças raramente percebem a diferença de sabor para os bolos tradicionais. Mousses com creme de soja? Fica uma delícia! O mais importante nesta mudança de hábitos é incluir toda a família, caso contrário, a criança não terá desejo por provar o novo. Os adultos precisam dar o exemplo.

Essa conversa poderia ir longe, mas fica aqui minha sugestão: conte pra nós como você inovou as suas refeições e de seus filhos com intolerância à lactose ou alergia ao leite de vaca. Quais novos alimentos você descobriu e o que mais gosta de preparar com eles? O que seus filhos mais gostam de comer? Escreva abaixo o seu comentário. As melhores idéias serão reunidas em uma matéria especial sobre o tema. Participe!

Luciane é fundadora e editora do Semlactose.com há mais de 10 anos e sócia da Anitah Alimentos, empresa de alimentos sem glúten e sem lactose. Luciane descobriu sua intolerância à lactose em 2006 e desde então atua como pesquisadora sobre o tema de intolerâncias e alergias alimentares criando e adaptando receitas, além de aprimorar suas habilidades culinárias através de cursos de gastronomia no Brasil e no exterior.

Baixe grátis nosso ebook e aprenda os

7 Passos para uma

alimentação sem leite

AO SEGUIR NOSSO PERFIL NO INSTAGRAM VOCÊ RECEBE GRÁTIS O LINK PARA BAIXAR SEU EBOOK

Não, obrigado.