Anúncio

Casquinha de siri prática

0

Quem não ama petiscar na beira da praia? As casquinhas de siri são um dos meus petiscos favoritos à beira mar. Apenas acho trabalhoso prepará-las em casa. Por isso, resolvi criar uma versão tamanho família que é mais rápida de fazer e dá pra matar a saudade!

Para dar uma apresentação mais bonita ao prato (já que não estou usando as casquinhas), optei por usar a panela de barro que uso para moqueca. A panela de barro é maravilhosa para cozinhar pratos com peixes e frutos do mar e também vai ao forno, podendo ser levada à mesa. Se você ainda não tem uma, aconselho a incluí-la na sua lista de compras de utensílios de cozinha. Você não vai se arrepender!

INGREDIENTES

  • 600g de carne de siri
  • 1/2 limão tahiti ou siciliano
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 5 tomates maduros
  • 1 pimentão verde médio
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de chá de azeite de dendê (opcional)
  • sal à gosto
  • 1 pimenta dedo de moça picadinha (ou molho de pimenta)
  • 1 colher de chá de curcuma
  • 1/2 colher de chá de cominho em pó
  • 100 ml de leite de coco
  • 1 xícara de farinha de pão (farinha de rosca)

PREPARO

  1. Limpe a carne de siri e tempere com suco de 1/2 limão.
  2. Corte os tomates e o pimentão em rodelas finas.
  3. Coloque o azeite, a cebola e o alho para dourar na panela de barro.
  4. Acrescente a carne de siri, o cominho, a curcuma, sal, a pimenta, o azeite de dendê e o leite de coco. Misture bem e teste o tempero. Desligue o fogo.
  5. Acrescente os tomates e o pimentão e reserve algumas rodelas para enfeitar o prato ao final do preparo.
  6. Acrescente a farinha de pão por cima cobrindo toda a superfície e leve ao forno por 15 minutos em forno médio pré-aquecido.
  7. Retire do forno, decore com fatias de tomate e pimentão e sirva quente.
Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Portoalegrense, graduada em Letras, MBA em Marketing de Serviços pela ESPM-RS e MBA Executivo pela FDC. Na área de culinária, Luciane fez cursos no IESB, Escola de Gastronomia de Brasília, além de diversos workshops no Brasil e no exterior. Após descobrir sua intolerância à lactose em 2006, Luciane passou a pesquisar o tema e deu início à criação e adaptação de receitas, substituindo ingredientes e experimentando novos sabores. Em 2007 nasce o Semlactose.com e, desde então, Luciane atua como editora e administradora do site, sempre em busca de novidades na área.

Deixe um comentário