Anúncio

Documentário sobre leite causa polêmica

3

A alergia ao leite da cineasta americana Shira Lane a levou a produzir o premiado documentário Got the facts on Milk?, que mostra o lobby massivo da indústria de laticínios dos Estados Unidos e a relação da sociedade com o consumo de lácteos.

Hugh Jackman, de X-Men, posando para a campanha Got Milk?

Hugh Jackman, de X-Men, posando para a campanha Got Milk?

O nome do documentário é um trocadilho baseado em uma das mais célebres campanhas institucionais sobre o consumo de leite nos EUA. “Got Milk?” , que em português significa “Tem leite?”, teve centenas de celebridadas posando com o famoso bigodinho branco do leite. A campanha teve início na década de 90 e ela faz parte de um grande esquema financiado pela indústria de laticínios local, com o apoio do governo americano, para colocar o leite como alimento essencial no dia a dia das famílias.

Imagine a cena: três jovens dançando rock. Eles param por alguns segundos, tomam um copo de leite e seguem dançando, com ainda mais energia. Esse é um comercial produzido nos anos 60 que ficou conhecido por tentar vender leite como se fosse um energético!

A equipe do documentário decide cruzar os Estados Unidos tendo como destino final a sede do USDA, em Washington, algo similar a nossa Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária. Lá, eles tentam conversar com as autoridades e fazer as perguntas mais polêmicas sobre leite. Afinal, ele é um alimento saudável como eles procuram veicular?

Nas várias paradas que a equipe de filmagem faz ao longo do seu percurso, eles conversam com diversas comunidades. Pessoas de descendência indígena, africana e asiática, comunidades que por sua origem étnica, são as que possuem as mais altas taxas de intolerância à lactose, chegando a quase 95% da população. Mesmo assim, essas gerações cresceram nos Estados Unidos acreditando que, mesmo passando mal com sintomas de intolerância, leite é bom e saudável e elas devem continuar a consumi-lo. A equipe também aborda o programa governamental de auxílio as populações mais carentes, que recebem um tipo de vale alimentação que se restringe a compra de lácteos e ovos!

Ao longo do documentário, vários especialistas são entrevistados. O ponto negativo é a falta de equilíbrio de opiniões. Obviamente o debate sobre os prós e contras do consumo de leite ainda está longe de chegar ao fim. Faltou um contraponto saudável, que mostre os dois lados da moeda e ajude as pessoas a entender os fatos e criar suas opiniões de forma menos parcial.

Assista ao vídeo e deixe aqui sua opinião!

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Colabore com o conteúdo do Semlactose. Envie sugestões de temas para serem abordados, dicas sobre novos produtos, eventos, entre outros. Acesse nossa página de contato e envie sua mensagem.

3 Comentários

  1. Gabriella Plenn on

    ABSURDO SÃO OS QUEIJOS A VENDA , ONDE SE LÊ : SEM LACTOSE!!!!!
    AO LER OS INGREDIENTES QUE COMPÕE OS TAIS QUEIJOS , LÊ-SE: CREME DE LEITE, LEITE ETC…E LACTASE
    ESSES CRIMINOSOS ALIMENTOS FAZEM MUITO MAL A QUEM A LACTASE INCLUÍDA NO ALIMENTO, NÃO PRODUZ NENHUM ANTÍDOTO.
    CADA UM É CADA UM!!!!!

    • Ingrid Nascimento on

      Lactase não é lactose. Na verdade, todo produto que você comprar escrito com SEM LACTOSE, não quer dizer que não tem leite ou derivados neles, mas sim que possuem uma enzima chamada lactase, que quebra as moléculas do açúcar chamado lactose, que é o que causa intolerância nas pessoas.

      Sem essa enzima, não daria pra produzir nenhum produto sem lactose. É apenas uma reação química.

Deixe um comentário