fbpx
Anúncio

Biscoitos de Castanha do Pará

8

Essa receita foi pensada para aproveitar a polpa de castanha do Pará, obtida a partir do leite caseiro de castanhas, e misturada à farinha de trigo sarraceno, uma farinha sem glúten e ótima para fazer biscoitos.  Ficam ótimos purinhos ou com geleia!

INGREDIENTES

  • 100g de polpa de castanhas do pará (veja receita)
  • 100g de creme vegetal
  • 100g de trigo sarraceno
  • 100g de amido de milho
  • 100g de açúcar mascavo
  • 1 colher de chá de canela em pó
PREPARO
1. Bata o açúcar e o creme vegetal em temperatura ambiente até misturá-los bem.
2. Adicione a polpa de castanhas e misture bem.
3. Aos poucos, adicione o trigo sarraceno, o amido de milho e a canela. A massa deverá ficar com uma textura firme, arenosa, desgrudando-se do recipiente. Se a massa estiver muito mole e grudenta, adicionar mais farinha.
4. Enrole a massa em papel manteiga em formato de rolo e leve ao refrigerador por 2 horas. (se você quiser fazer biscoitos pequenos (2×2 cm) seja necessário fazer 2 rolos de massa para depois cortar biscoitos menores).
5. Retire a massa do refrigerador, corte fatias de 0,5 cm e vá colocando as fatias de massa em uma forma grande forrada com papel manteiga. Deixe um pouco de espaço entre cada biscoito. (eles crescerão muito pouco).
6. Asse em forno baixo por 15 minutos ou até as bordas dos biscoitos estarem douradas. Deixe-os esfriar, retire-os do papel manteiga e guarde-os em um pote bem vedado. Os biscoitos ficarão crocantes por pelo menos 7 dias.
Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Luciane é fundadora e editora do Semlactose.com há mais de 10 anos e sócia da Anitah Alimentos, empresa de alimentos sem glúten e sem lactose. Luciane descobriu sua intolerância à lactose em 2006 e desde então atua como pesquisadora sobre o tema de intolerâncias e alergias alimentares criando e adaptando receitas, além de aprimorar suas habilidades culinárias através de cursos de gastronomia no Brasil e no exterior.

8 Comentários

    • Oi Roberta, como não testei essa receita com azeite, não saberia dizer ao certo a quantidade. Porém, pela minha experiência, faria da seguinte forma: Comece com 50g azeite ou óleo de coco (que fica muito bom) e veja se a textura da massa ficou consistente, tipo pastosa. Esse é o ponto certo. Outra dica: não comece o preparo batendo o óleo com o açúcar que não fará nenhum efeito. Comece juntando todos os secos, e por último acrescente o óleo. Assim você tem controle da consistência e poderá ajustar a quantidade de óleo correta para a receita. Se vc testar, conte aqui pra gente como ficou ok? abs

    • Luciane Baldo on

      Olá Soraya, essa polpa de castanha que falo na receita é feita a partir da própria castanha do Pará. Para obter a polpa basta você bater a castanha demolhada por cerca de 8 horas com água até obter um leite. Este leite você poderá usá-lo para várias receitas e a polpa que sobra é o que você pode usar para fazer esses biscoitinhos. Par ver a receita do leite de castanhas veja esse link https://semlactose.com/index.php/2011/08/03/leite-de-castanhas-caseiro/ – Caso você não queira fazer o leite, acredito que apenas batendo a castanha seca em um processador você vai obter uma farinha, que também pode ser usada nesta receita. Abs

  1. Olá,

    Gostei muito do reaproveitamento do bagaço de castanhas, para fazer biscoitos!
    Eu, apesar da intolerância à lactose, faço ghee a partir de manteiga.
    Além de deixar os biscoitos mais gostosos, acredito que dá pra diminuir a quantidade de gordura!
    BJS

  2. Olá, Luciane. É possível trocar parte da margarina por ovo? Pode-se acrescentar bicarbonato (ou fermento químico)? Qual quantidade?

    • Sandro, vc pode trocar o creme vegetal por outro tipo de gordura como o óleo de coco ou outro óleo vegetal, mas não por ovos. Não vejo nenhuma necessidade de acrescentar bicarbonato de sódio ou fermento. Eles não precisam de crescimento. abs

Deixe um comentário