Anúncio

Alimentação de bebês: 15 dicas para a introdução de novos alimentos

28

As dúvidas são muitas. Os pais de bebês que sofrem com intolerâncias e alergias alimentares muitas vezes se sentem despreparados para oferecer uma alimentação adequada aos filhos. Nessa matéria, você confere dicas importantes e aproveita para esclarecer pontos fundamentais na alimentação do seu pequeno.

1. Até os 6 meses de vida, o único alimento do bebê deve ser o leite materno! Não se recomenda oferecer nada além dele (como água, chás ou sucos) já que o leite materno é completo e oferece tudo o que o bebê precisa: alimento, água, proteção contra infecções e alergias, além de acalmar o bebê e estreitar seus laços com a mãe.

2. A partir dos 6 meses é o momento em que se inicia a introdução de novos alimentos, começando pelos sucos de fruta (sempre naturais e de preferência sem adição de açúcar), papas de frutas e sopas de legumes. O ideal é oferecer um alimento novo por dia, de forma a facilitar a observação da aceitação e de possíveis reações alérgicas ou de intolerância. Os legumes da sopa devem ser passados por uma peneira, e não liquidificados, para estimular a mastigação e evitar a formação de gases.

3. Não ofereça alimentos industrializados para bebês menores de 1 ano, salvo nos casos em que a criança necessita de uma fórmula infantil especial. Neste caso, a fórmula deverá ser prescrita por um nutricionista ou pediatra, de acordo com as necessidades de cada bebê.

4. Algumas crianças necessitam de alimentação especial desde os primeiros meses de vida, como é o caso das crianças que já nascem com intolerância à lactose (casos bem mais raros) ou galactosemia. Estes bebês não podem ingerir leite materno e nem outras fórmulas lácteas ou mesmo leite de vaca ou cabra, e necessitam de fórmulas isentas de lactose/galactose.

5. No caso das crianças com APLV (alergia às proteínas do leite de vaca), o aleitamento materno não deve ser suspenso de forma alguma. As reações alérgicas são causadas pelo leite de vaca ou de outros animais que foram introduzidos na alimentação do bebê ou que estão presentes na alimentação da mãe.  No momento em que a mãe retira da sua alimentação e da alimentação do bebê o leite de vaca e seus derivados, as reações alérgicas devem cessar.

6. Não se recomenda a introdução de leite de vaca, alimentos contendo glúten (biscoitos, pães, macarrão e alguns tipos de farinha), nozes, castanhas ou ovos antes dos 6 meses devido ao elevado risco de alergia a esses alimentos. O sistema digestivo do seu bebê é ainda imaturo e não está preparado para digerir esses alimentos.

7. É importante que os novos alimentos sejam oferecidos com uma colher e nunca por mamadeira (como o bico da mamadeira é mais fácil de sugar, o bebê pode acabar largando o seio materno). Alimente seu bebê sempre sem pressa ou ansiedade.

8. Recusas a um determinado alimento não devem ser interpretadas como sinal de que a criança não gosta do alimento. Para se ter certeza de que um alimento não é apreciado, o mesmo deve ser oferecido cerca de 10 vezes, sempre em preparações diferentes ou em ocasiões diferentes. Lembre-se que cada bebê tem um ritmo. Não tente apressá-lo. Alguns gostam de experimentar novos sabores, enquanto outros podem achar os novos sabores esquisitos e necessitar de mais tempo para se adaptarem.

9. Para bebês de 6 a 9 meses, além da amamentação, você pode oferecer uma variedade de sabores e ao mesmo tempo manter uma alimentação equilibrada. Nesta faixa etária é recomendado oferecer miniporções de legumes e frutas, miniporções de alimentos ricos em amido como batata, arroz ou cereais não adoçados, e uma miniporção de alimentos ricos em proteínas como feijão e lentilha. Evite adicionar açúcar, sal ou temperos picantes.

10. Dos 9 aos 12 meses seu bebê já pode receber uma alimentação com glúten e já pode experimentar novos tipos de legumes, frutas e grãos. Caso seu bebê não esteja sendo amamentado, uma fórmula especial recomendada pelo médico deverá substituir as mamadas.

11. Não se importe se a criança quiser pegar o alimento com as mãos! Apesar da sujeira que pode acontecer, é importante que desde cedo a curiosidade e o interesse do bebê sejam constantemente estimulados. Explore esta capacidade oferecendo alimentos que ele possa pegar como palitos de cenoura cozida, arvorezinhas de brócolis cozidos, fatias pequenas de maçã e outras frutas em pedaços.

12. Bebês após os 9 meses e crianças com intolerância à lactose podem consumir pequenas porções de queijos e iogurtes sem lactose. Já crianças com alergia às proteínas do leite não devem consumir nenhum tipo de alimento que contenha leite ou seus derivados. Lembre-se: lactose e proteína são duas substâncias diferentes!

13. Evite dar alimentos ricos em gordura e açúcar a bebês menores de 1 ano. Ao invés de optar por biscoitos e bolos doces, ofereça frutas naturalmente doces. Achocolatados e sucos prontos contêm uma quantidade de açúcar muito alta. Prefira sempre o suco de frutas natural e um chocolate em pó sem açúcar. Desta forma você pode medir a quantidade de açúcar que irá na bebida.

14. Dê preferência pela compra de frutas, legumes e carnes orgânicos. Os bebês ficam mais expostos a absorção de resíduos químicos, de agrotóxicos e antibióticos porque seu trato gastrointestinal é penetrado com maior facilidade. Em muitas cidades você encontra feiras de agricultura orgânica com alimentos frescos e de custo mais baixo do que no supermercado. A alimentação da sua família fica mais saudável e você incentiva a continuidade da produção de orgânicos.

15. É sempre importante alertar que é o desmame precoce (a substituição e a complementação do leite materno por leite de vaca ou por outros alimentos) o maior responsável pela grande incidência de alergias alimentares. Além disso, estudos já demonstraram que algumas doenças, como o diabetes tipo I e a doença celíaca, assim como doenças respiratórias e infecções gastrointestinais, também podem surgir em decorrência da introdução precoce dos alimentos, em substituição ao leite materno.

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Graduada pelo Instituto de Nutrição da UERJ, especialista em Nutrição Enteral e Parenteral pela Santa Casa de Misericórdia (RJ), especialista em Gestão da Saúde e Administração Hospitalar pela Universidade Estácio de Sá, em Nutrição Esportiva, pela Universidade Gama Filho.

28 Comentários

  1. sou mae de gemeos ,eles agora estao com seis meses,gostaria de saber oa ingredientes das papinhas salgadas q possa dar para eles .
    obg…..

  2. minha filha tem 9 meses e eu queria comecar a dar outro leite p ela ja que ela so mama no peito pra elaindo se adaptando desde ja mais eu tentei dar o nan e logo depois a boca dela ficou avermelhada e ela nao quis o leite sera que ela tem alergia?nao sei o que faco ultimamente ela nao quer comer frutas nem suco e agra nao quer nem a papinha so come biscoito de polvilho…me ajude por favo….

  3. sinara da silva on

    olá ,,,meu bebe tem seis meses, ela mama ,come sopinha ,sucos ,bolachinhas molhadinhas ao leite ,,, frutinhas raspadas,,, a minha pergunta é ,,, o que eu posso dar mingau pra ela ,,,pois eu preciso trab fora e eu gostaria de dar um mingau pra ela ,,sera que eu possa dar????

  4. Minha filha tem 6 meses e iniciou a introdução de frutas e legumes. Porém, depois de 1 semana vomitou algumas vezes após comer mamão (já retirei da dieta). Hoje vomitou de novo, embora não tenha dado mamão, e sim, banana. Não tenho ideia do que possa estar acontecendo…

    • Olá Helena,

      Produtos contendo aveia não deveriam se dados a bebês menores de 1 ano, pelo risco de causar alergia.
      Aos 6 meses, caso o bebê não esteja recebendo leite materno, as mamadas podem ser substituídas por fórmulas infantis e já é hora de começar a alimentação complementar, como a papa de frutas, por exemplo.
      Converse com o pediatra da sua filha, ou busque a orientação de um nutricionista, para uma orientação mais direcionada às necessidades dela.

      Gde abraço,

      Juliana

  5. denizard hipolitte on

    eu preciso de alternativas de alimentos para dar para meu fillho de 10 meses;porque o medico proibiu açucares lactose

    • juliana_nutri on

      Olá Denizard,

      O próprio médico tem que dar alguma opções para vocês. Mas seria importante que vcs buscassem ajuda de um Nutricionista.
      Em nosso site temos receitas e indicação de alguns produtos, mas é necessário saber com os profissionais que acompanham seu filho, o que ele pode ou não consumir.

      Gde abraço,

      Juliana

  6. Olá,
    minha neta de 6,5 meses está rejeitando as frutas, até agora maçã e banana (metade de uma fruta por dia). Ela tem vômitos intensos, até 6 ocorrências após 1 a 1,3m apos a ingestão, ficando em torno de 4 horas sem alimentação. Nesse período, damos soro para auxiliar, mas ela vomita tudo. Estamos pensando em utilizar outras frutas, melão, mamão, e introduzir as papinhas de legumes mas estamos com muito receio, pois ela vem perdendo peso rapidamente, apesar de retornar à mama após essas ocorrências. O que fazer?

    • juliana_nutri on

      Olá,

      Sugerimos q vcs conversem com o médico dela o quanto antes e não tentem oferecer novos alimentos sem a devida orientação profissional!
      Sua neta ainda é muito novinha e pode estra fazendo algum tipo de reação alérgica aos alimentos novos, e se for o caso, a introdução de novos alimentos, só vai piorar o problema! Pode ser q seja somente refluxo, mas de toda forma, somente o médico é quem poderá diagnosticar o problema e indicar corretamente o tratamento.

      Gde abraço,

      Juliana

    • Olá Maria Tereza,

      Não entendi…seu neto tem IL?
      Infelizmente, sem saber maiores informações não posso dar nenhuma opinião. O mais seguro é procurar um nutricionista, para que vcs recabam informações mais detalhadas a específicas para ele.

      Gde abraço,
      Juliana

  7. marinaldo ribeiro on

    ola juliana meu filho tem 3 anos e 4 meses ele e alergico a lactose e a clara de ovos e o peso dele nao passa de 12kg,gostaria de saber oque devo fazer para aumentar o peso e a forma fisica dele? quando ele como frutas ácidas ele tem reacao porque isso acontece com ele? onde consigo receitas para melhorar a alimentacao dele? abraco.

    • Olá Marinaldo,

      Pode ser que seu filho também seja alérgico às frutas ácidas. É importante que o médico pesquise todas as alergias que seu filho tem, para depois disso, um Nutricionista fazer as adequações necessárias na alimentação dele, justamente para garantir que ele se desenvolva adequadamente.

      Gde abraço,

      Juliana

  8. Assis Targino on

    Meu filho tem alergia a proteina, ja nao sei mas o q oferecer a ele,queria algumas dicas de alimentos
    para melhorar o cardapio dele hoje ofereço sucos frutas e sua mamada foi substituida por um leite chamado altera que por sinal ele detesta e nao bebe quase nada.poderian por gentileza me ensinar
    novas receitas para ele certo de sua resposta agradeço.

    • juliana_nutri on

      Olá Assis,

      Seria importante que seu filho fosse acompanhado por um Nutricionista. Este é o profissional mais indicado para fazer uma avaliação do estado nutricional dele e para indicar as substituições necessárias na alimentação dele, de forma a prevenir o surgimento de deficiencias nutricionais.

      Gde abraço,

      Juliana

  9. juliana meller on

    Olá hj peguei mais resultados e todos negativos. Amanhã ele vai em outro dermatologista, o pediatra dele pediu pra fazer uma biopcia. Enquanto isso verei se consigo um especialist em alergia em alguma cidade vizinha. Ja to cansada de ver meu gurizinho todo pintado essa semana faz 2meses q estamos procurando. Ele é uma criança maravilhosa so chora com fome ou sono e depois q surgiram essas pintas ele anda muito irritado. Tomara q eu descubra logo. Abraços Juliana

  10. juliana meller on

    ola tenho um bebê de 10meses e há 2 meses ele vem apresentando sintomas de alergia ja fizemos varios exames e agora estou aguardando mais resultados. Minha dúvida é, eu não tive leite materno, minha cunhada o amamentou por 15 dias e depois começamos com o leite nam e ela é muito alergica gostaria de saber se, ele pode ter pegado essa alergia da minha cunhada, ou se é por ele nao ter mamado em mim…. Desde ja te agradeço, Juliana

    • Olá Juliana,

      alergia não se "pega" de ninguém. A criança alérgica já nasce com uma predisposição genética para isso e a introdução precoce de determinados alimentos, como o leite de vaca (o Nan é uma fórmula infantil a base de leite de vaca) pode desencadear a alergia. Mas a alergia alimentar é diferente da intolerancia a lactose é que é causada pela deficiencia da enzima q digere o açúcar do leite. Os exames são necessários para saber exatamente o q seu bebe tem e para que o tratamento seja feito da forma correta.

      Gde abraço,

      Juliana

  11. Não querendo abusar da boa vontade de ninguém, gostaria de saber se o leite Nan pode ser misturado com massas: cremogema, mucilon, nutrilon e frutas, pois faz uns três meses que tenho oferecido mingau para o meu bebê de sete meses e ele vem apresentando umas pintas avermelhadas pelo corpo, as mesmas parecem picadas de mosquitos; saram e ficam manchas escuras. Por favor responda se isso tem à ver com a ingestão desses alimentos.

    Agradecida,

    Valquiria

    • Olá Valquíria,

      O Nan, assim como outras fórmulas infantis não foram produzidas para serem levadas ao fogo! Seu prepero deve seguir sempre as instruções da embalagem!
      Porém, o mais provável que esteja acontecendo é que seu bebê esteja com alguma alergia alimentar (causada pelo próprio Nan, já que esta fórmula tem como base o leite de vaca, ou por qualquer um dos alimentos que ele consome), já que a introdução de alimentos foi feita muito cedo (antes dos 6 meses de idade). Convém procurar um alergologista o quanto antes para uma avaliação, já que os sintomas de uma alergia alimentar podem ser imprevisíveis no que se refere à gravidade dos sintomas!

      Gde abraço,

      Juliana

  12. Meu bebê tem 7 meses e não aceita as papinhas e outros alimentos pastosos que o ofereço. Não consome nada além de suco de frutas e leite Nan.
    Ficaria muito agradecida se uma nutricionista sugerisse alguma dica eficaz que o fizesse ingerir outros alimentos.

    Obg;

    Valquíria.

    • Olá Valquíria,

      Como falamos no item 8, da matéria, acima, é muito comum que os bebês recusem os alimentos novos…mas de forma alguma as recusas devem ser consideradas definitivas e sinal de que o alimento não é aceito! Hábito alimentar é algo que se cria, e por isso mesmo, é importante vc continuar oferecendo os alimentos ao seu bebê, sempre um de cada vez e caso ele não aceite, tente em outro momento. Se não der resultado, sugiro que vc marque uma consulta com um nutricionista, para uma avaliação.

      Gde abraço,

      Juliana

  13. Olá,

    Adorei as dicas, pois tenho um bebê de 5 meses que está exclusivamente com leite materno. Mas tenho uma dúvida, como sou intolerante à lactose, será que meu bebê tb será?

    • juliana_nutri on

      Olá Gabriela,

      Pode ser que ele venha a desenvolver a IL mais tarde, como a maioria das pessoas que tem IL. Mas por enquanto não se preocupe com isso, pois se até o momento ele está se desenvolvendo bem com o seu leite, é porque a produção de lactase pelo intestino dele está a todo vapor!
      Mas só mesmo o tempo vai dizer.

      Gde abraço,

      Juliana

  14. Maria de Jesus on

    Olá, bom dia.

    Meu netinho de 02 anos, tem intolerância a lactose e aos ovos, será que vocês teriam alguma receita de doce (bolo, etc.) onde não fosse utilizado nenhum destes itens?

    Grata.

    • Maria,
      Você pode utilizar um material publicado pelo instituto girassol com diversas receitas, sendo algumas isentas de leite e ovos. Além disso, no material eles ensinam substituições para os ovos, o que pode ser interessante para vc preparar as suas proprias receitas fazendo as substituições indicadas. Mas informações vc encontra neste link http://semlactose.com/index.php/2010/01/05/pu
      abçs,

Deixe um comentário