Anúncio

Crumble de maçãs ao vinho

6

O Crumble é uma sobremesa de origem britânica feita com frutas e uma farofa que ao assar, fica super crocante por fora com um recheio de frutas quentinhas por dentro. O mais gostoso nesta receita é a mistura de especiarias, que dão um toque picante à sobremesa.

O crumble pode ser servido recém saído do forno com um chantilly vegetal por cima. Além disso, a receita é super versátil. Você pode adicionar outras frutas como morangos, manga ou outras frutas da estação. Nesta receita, eu criei minha versão adicionando a farinha de nozes e o vinho tinto, que combinam super bem com os demais ingredientes da receita.

INGREDIENTES FAROFA

  • 1/2 xícara de farinha de trigo integral
  • 1/2 xícara de amêndoas trituradas no processador ou liquidificador
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 3 colheres de sopa de creme vegetal gelado

INGREDIENTES RECHEIO

  • 3 maçãs gala
  • 1 colher de chá de noz moscada
  • 1 colher de chá de pimenta da jamaica
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de chá de canela em pó da china
  • 1/2 xícara de vinho tinto
  • 1 limão

COBERTURA

  • 200 ml de chantilly vegetal gelado

PREPARO

1.Descasque as maçãs e pique em cubinhos. Esprema o suco de 1 limão por cima para evitar que escureçam. Coloque-as em um refratário pequeno, de aproximadamente 20 por 15 cm. Adicione o vinho tinto por cima das maçãs. Misture os ingredientes secos (açúcar, canela, pimenta e noz moscada) e espalhe por cima das maçãs. Coloque a mistura em um refratário pequeno, com cerca de 15 cm de diámetro.

2. Em uma vasilha separada, prepare a farofa. Coloque a farinha de trigo e as nozes trituradas, o açúcar mascavo e o creme vegetal. Com a ponta dos dedos, vá unindo a farinha até virar uma farofa. Espalhe a farofa por cima das maçãs cobrindo toda a extensão do refratário.

3. Em forno médio pré-aquecido, coloque o refratário para assar por 30 minutos ou até que fique dourado por cima. Para finalizar, bata na batedeira (ou liquidificador) o chantilly vegetal. Sirva o crumble quente com uma colherada de chantilly por cima.

Dicas
O chantilly vegetal geralmente contém caseinato e por isso não deve ser consumido por alérgicos às proteínas do leite.
Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Portoalegrense, graduada em Letras, MBA em Marketing de Serviços pela ESPM-RS e MBA Executivo pela FDC. Na área de culinária, Luciane fez cursos no IESB, Escola de Gastronomia de Brasília, além de diversos workshops no Brasil e no exterior. Após descobrir sua intolerância à lactose em 2006, Luciane passou a pesquisar o tema e deu início à criação e adaptação de receitas, substituindo ingredientes e experimentando novos sabores. Em 2007 nasce o Semlactose.com e, desde então, Luciane atua como editora e administradora do site, sempre em busca de novidades na área.

6 Comentários

  1. Maialu Mari C. Rocha on

    quanto aos queijos tem alguma coisa que possamos colocar em pizzas sem lactose e com um sabor quase normal. obrigado Maialu de Curitiba

    • juliana_nutri on

      Olá Maialu,

      O único produto totalmente isento de lactose é o tofú ou "queijo" de soja. Mas muitos queijos, como os de leite de ovelha, contém um percentual mínimo de lactose e podem ser consumidos por quem tem IL.

      Gde abraço,

      Juliana

  2. a canela em pó pode ser nacional? e a pimenta! porque tem de ser da jamaica????????????
    façam receitas para simples mortais ou seja brasileiros comuns assalariados, que também tem problemas com a lactose, mas não tem dinheiro para elaborar pratos sofisticados.

    • Olá Mariângela,
      A canela em pó da china é a canela comum que compramos em qualquer supermercado. Este é apenas o nome dela. Quanto à pimenta da jamaica, ela também pode ser comprada em supermercados custando o mesmo preço que a pimenta do reino comum. A única diferença é que ela tem um sabor um pouco diferente, talvez mais suave, e para doces acho que ela funciona melhor do que a pimenta do reino. Mas você pode utilizar a pimenta que tiver em casa sem problemas, ok?
      abçs,

    • O segredo de uma boa culinária está na combinação de ingredientes e nos temperos, que são ervas frescas típicas do local ou especiarias, já difundidas pelo mundo desde as Grandes Navegações e vendidas a preços absolutamente acessíveis. O tom de cobrança da mensagem acima demonstra o nível de instrução da autora e, creio, até ofende uma pessoa como a criadora do site, que tem tanta boa intenção e que traz receitas realmente interessantes e úteis.

Deixe um comentário