Anúncio

Filé ao molho de amoras

1

Vontade de saborear uma comidinha especial a dois ou com amigos? Conheci este prato em um dos meus diversos passeios à Serra Gaúcha. Ele é preparado em um pequeno bistrô próximo à Nova Petrópolis, o Chalet Gourmand. O pequeno restaurante fica em Linha Imperial, uma cidadezinha a caminho para Gramado. É um bistrô super charmoso, atendido pelos proprietários. Entre os pratos servidos está o filé de amoras com purê de mandioquinha e legumes. Abaixo está a minha versão deste prato simples, mas de sabor muito especial.

INGREDIENTES

FILÉS AO MOLHO DE AMORAS
  • 800 g de filé mignon
  • temperos para o filé: sal à gosto, pimenta do reino moída na hora, azeite de oliva.
  • 100 g de geleia de amoras
  • 5 colheres de sopa de água
  • 3 colheres de sopa de vinagre balsâmico
PURÊ DE MANDIOQUINHA
  • 600 g de mandioquinha descascada
  • 200 ml de leite de coco
  • sal à gosto
PARA ACOMPANHAR
  • Ervilhas frescas, cenourinhas e tomates cereja

PREPARO

  1. Coloque a mandioquinha para cozinhar em água até ficar bem macia. Retire a água e passe-as em um moedor de batatas ou em um processador de alimentos. Acrescente o leite de coco aos poucos, mexendo sempre até obter uma consistência de purê. Acrescente sal e reserve.
  2. Tempere os files com sal e pimenta do reino moída e doure-os com azeite de oliva. Assim que estiverem dourados, retire-os imediatamente e coloque-os no refratário.
  3. Prepare a calda de amoras. Coloque o doce em uma panela, acrescente a água e dissolva-o. Em seguida, acrescente o vinagre balsâmico. Mexa bem para incorporar os ingredientes.
Montagem do prato

Coloque os escalopes de filé, derrame a calda de amoras quente por cima da carne, adicione uma porção generosa de purê de mandioquinha e dê um colorido ao prato com as ervilhas, cenourinhas e tomates cereja.

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Portoalegrense, graduada em Letras, MBA em Marketing de Serviços pela ESPM-RS e MBA Executivo pela FDC. Na área de culinária, Luciane fez cursos no IESB, Escola de Gastronomia de Brasília, além de diversos workshops no Brasil e no exterior. Após descobrir sua intolerância à lactose em 2006, Luciane passou a pesquisar o tema e deu início à criação e adaptação de receitas, substituindo ingredientes e experimentando novos sabores. Em 2007 nasce o Semlactose.com e, desde então, Luciane atua como editora e administradora do site, sempre em busca de novidades na área.

1 comentário

Deixe um comentário