Novo exame para detectar a intolerância à lactose

134

Atualizado em:

Teste DNAO Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) torna-se o segundo centro no Brasil a oferecer o exame genético para detecção da Intolerância à Lactose. A Análise Molecular de Hipolactasia Primária, como é chamado, é um novo exame que tem a vantagem de ser um procedimento de elevada confiabilidade sem o desconforto que a sobrecarga de lactose dos exames comuns causa. A convite do laboratório de Terapia Gênica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, fomos conhecer de perto o trabalho que está sendo realizado e trazer para nossos leitores todas as novidades em primeira mão.

A causa mais comum de deficiência de lactase (enzima que digere a lactose) é a Deficiência Primária, na qual há um declínio, geneticamente determinado, nos níveis dessa enzima a partir dos 2 ou 3 anos de idade. Os sintomas da Intolerância à Lactose que decorre desse declínio podem tornar-se mais evidentes durante a adolescência ou na fase adulta. A Análise Molecular de Hipolactasia Primária busca identificar se o indivíduo possui ou não uma mutação no gene LCT, responsável pela síntese da enzima lactase-florizina hidrolase (enzima lactase).

MUTAÇÃO GENÉTICA DETERMINA PERSISTÊNCIA DA ENZIMA LACTASE

Hoje o leite está presente em milhares de alimentos em todas as partes do mundo, mas na realidade o homem, sendo um mamífero, estava originalmente preparado para alimentar-se com leite somente nos primeiros anos de vida. A enzima lactase naturalmente diminui à medida em que crescemos. Entretanto, no momento em que o homem iniciou a domesticação do online casino gado, ele passou a ter leite fresco à sua disposição durante um período muito mais longo e com isso sofreu uma mutação genética para que o corpo se adaptasse àquela nova realidade. “A diferença está no fato de esta mutação genética causar uma persistência na produção da enzima lactase, pois o normal seria a diminuição da produção desta enzima pelo nosso organismo”, explica Fernanda de Oliveira, bióloga e responsável pelos exames moleculares realizados no Centro de Terapia Gênica do HCPA.

A bióloga Ursula Matte, co-autora de um estudo pioneiro no País, foi quem concebeu o projeto para a realização desse teste no Hospital de Clínicas. O estudo apresentou uma alta correlação entre indivíduos testados primeiramente com o teste de hidrogênio respirado e posteriormente com o teste molecular, provando assim a eficiência desse último.

COMO O EXAME É REALIZADO

Diferentemente dos exames disponíveis em hospitais e laboratórios no Brasil, o teste molecular é rápido, não necessita jejum, nem causa o desconforto da ingestão de uma sobrecarga de lactose. Através de uma coleta de sangue, a análise molecular é realizada e o resultado sai em 7 dias úteis. A Dra. Themis Reverbel da Silveira, Coordenadora do Laboratório Experimental de Gastroenterologia e Hepatologia do HCPA e professora da UFRGS, lembra que muitos de seus pacientes reclamavam dos sintomas pós-exame, e que a grande vantagem deste teste genético está na ausência desses sintomas, além da sua confiabilidade.

RESULTADOS

Os resultados são apresentados ao paciente com os seguintes possíveis genótipos:

CC – não-persistência da enzima lactase (intolerante à lactose)
CT ou TT – persistência da enzima lactase (tolerante à lactose)

Por enquanto, esta análise molecular não está coberta por convênios de saúde. O valor do exame é R$ 120,00 (custo de pesquisa) e só pode ser realizado com solicitação médica.

EXAMES PARA OUTROS ESTADOS

O HCPA está avaliando formas de disponibilizar este exame para outras cidades do Brasil. Por enquanto, os profissionais da saúde e laboratórios que desejarem solicitar a realização deste exame deverão entrar em contato com o Hospital para receberem informações sobre como proceder para a coleta de sangue e tranporte da amostra.

MAIORES INFORMAÇÕES E AGENDAMENTO DE EXAMES

Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Rua Ramiro Barcelos, 2.350
Fone 51 – 3359.8847
Compartilhe.

Sobre o autor

Luciane é fundadora e editora do Semlactose.com há mais de 10 anos e sócia da Anitah Alimentos, empresa de alimentos sem glúten e sem lactose. Luciane descobriu sua intolerância à lactose em 2006 e desde então atua como pesquisadora sobre o tema de intolerâncias e alergias alimentares criando e adaptando receitas, além de aprimorar suas habilidades culinárias através de cursos de gastronomia no Brasil e no exterior.

134 Comentários

  1. Olá meu nome é wiliane, moro em Guajará mirim-RO, gostaria de saber se por aqui nessa região consigo fazer esse exame para meu filho com 5 anos de idade, pois foi detectado a sua intolerância a lactose quando ele tinha seu 1 aninho e preciso saber em que proporção se encontra, porque ele tem tido diarréias frequentes e se queixa muito de dores abdominais, não sei mais como fazer ou como agir com essa situação.Obrigado desde já.

    • Williane,
      Este exame não oferece informações sobre o grau de intolerância do paciente. Mesmo após ele ser diagnosticado com intolerância à lactose ele continua consumindo alimentos lácteos? É importante conversar com o médico ou nutricionista que o acompanha para fazer uma readequação da dieta dele. Em alguns casos a exclusão de alimentos lácteos deve ser completa, já em outros a criança pode consumir alguns alimentos com baixo teor de lactose em pequenas quantidades sem sentir os sintomas da intolerância. Converse com o médico e veja qual será a conduta certa no caso dele. Para ver receitas sem lactose, consulte nosso site e veja todas as nossas dicas. abçs,

  2. olá, moro em Goiás e gostaria de saber se aqui em nosso estado já se
    faz esse exame. Minha sobrinha deu intolerancia a lactose so com o velho exame, mas gostaria de ter cem por cento de certeza do diagnostico. Obrigado

    • Oi Adriana,
      Não sabemos informar se em Goiás há algum hospital ou laboratório que realize este exame, mas de qualquer forma, é importante lembrar que o exame de curva glicêmica (exame de sangue) é um exame confiável. De qualquer forma, acredito que o hospital de clínicas deve receber material de exame de outros estados. Converse com o seu médico e verifique se ele pode fazer a solicitação deste exame. abçs,

  3. Meu nome é Ny Silva e tenho uma filha que tem um prblema de inchaço na barriga desde os sete meses.
    Já fiz alguns exames para detectar a origem deste inchaço mais ainda não consegui descobrir qual o problema dela. os médicos a qual eu a levei para consultar já levantaram algumas hipóteses sobre o seu problema e agora por último o médico que está acompanhando o caso dela me falou que eu deveria trocar o leite de vaca pelo de soja e passou uma dieta para ela, eu achei muito complicado pelo fato de ele não ter feito nenhum exame. Eu quero saber qual o problema da minha filha e preciso muito de ajuda,pois , vivo angustiada e dizendo para a minha filha você não pode comer isso devido o seu problema e pra mim se torna mais difícil porque a cada hipoteses é uma dieta diferente e eu não sei mais o que dizer para a minha filha que tem apenas três anos e tem que fazer dieta a cada hipótese dos médicos. preciso de ajuda pora favor me ajude.

    • juliana_nutri on

      Olá Ny,

      Esse inchaço na barriga pode ter inúmeras causas e justamente por isso, nem sempre é tão simples chegar a uma conclusão! E como em crianças pequenas, alguns exames podem acusar um resultado negativo mesmo na presença do problema, alguns médicos preferem fazer uma dieta de exclusão, na qual o alimento suspeito é retirado totalmente da alimentação e posteriormente é re-introduzido a fim de avaliar a melhora e/ou retorno dos sintomas. Quando a suspeita recai sobre o leite de vaca, esse procedimento é comum, já que testes para alergia a este alimento podem não apresentar resultados, já que sofrem interferencia de muitos fatores. A única situação em que JAMAIS se faz exclusão ANTES do diagnóstico confirmado é com relação ao glúten, pois a dieta de exclusão neste caso, só atrasa ainda mais o diagnóstico.
      Se vc tem dúvidas sobre as recomendações do médico, peça a ele mais explicações, exponha suas dúvidas e nunca saia do consultório com dúvidas! É obrigação de todo profissional de saúde explicar de forma clara o tratamento que está sendo proposto.
      De toda forma é importantíssimo que vc converse de forma clara com a sua filha e explique a ela o porque de todas estas dietas, buscando tranquilizá-la! Muitas vezes as crianças nos surpreendem com sua capacidade de entendimento e aceitação e em geral estas coisas são mais complicadas na nossa cabeça de adulto do que na cabecinha delas.

      Gde abraço,

      Juliana

  4. Fiz um exame de intolerância a lactose, um dia após ter tido diarréia. Esse exame deu negativo para intolerancia a lactose. Tive uma diarréia terrível, que se iniciou duas horas e meia após o exame e continuou nos próximos quatro dias. Não pude nem ir trabalhar. Pode o exame estar alterado devido a diarréia que tive no dia anterior? Me interessei pelo exame de Análise Molecular por não apresentar efeitos após o exame . Ele é 100% confiável? Realizei o exame de intolerância, pois no máximo 3 horas após ingerir leite, muitas vezes apresento quadros de diarréias, mas nunca tão i ntensas de quando realizei o exame. Agradeço a resposta

    • Olá Lígia,

      Não existe, em saúde, nenhum exame com 100% de confiabilidade, mas a análise molecular de hipolactasia primária já se mostrou um bom teste para detecção da IL, e sem os inconvenientes do teste comum.
      Com relação ao teste tradicional de tolerância a lactose, o médico também precisa levar em consideração os sintomas do paciente (inclusive os sintomas percebidos na realização do mesmo) e não só o resultado final.

      Gde abraço,

      Juliana

  5. Fiz um teste de lactose ingerindo a lactose e coletei amostras de sangue e meu medico disse q tenho intolerância total a lactose. Eu gostaria de saber que especialidade deve ter o medico que descobre e trata e pacientes com intolerancia a lactose. E esse exame que fiz será que mostra se sou alergica tambem? Tenho muitas duvidas sobre esse assunto e sofro muito pois tudo que eu ingeria de alimentos tinha lactose e agora sofro muito com minha alimentação controlada. tenho 28 anos e só agora que apareceu isso em mim.Muito Obrigado.

    • juliana_nutri on

      Olá Catia!

      O teste para diagnóstido de IL é específico para isso. Para diagnosticar alergias, são necessários outros exames, diferentes dos da IL, que podem ser exames de sangue ou na pele.
      Normalmente quem diagnostica e trata a IL é o gastroenterologista e o Nutricionista, que faz o diagnostico do estado nutricional e orienta sobre a alimentação e substituições necessárias.
      De uma lida com calma em nossas matérias, para se informar mais a respeito da IL e cadastre seu e-mail para ficar sempre por dentro das novidades, ok?

      Gde abraço,

      Juliana

  6. Lucia Mirarnda on

    Meu teste de lactose deu em jejum 87, 30 minutos 115,60 . 60minutos 97, 90minutos 102 e
    120 minutos 94. Nao consegui interpretar ainda, sou intolerante a lactose? Agradeço a resposta.

    • Lucia,
      É importante que você saiba que um exame de curva glicêmica, como o que vc realizou, não é a única informação usada por seu médico para fechar um diagnóstico. O médico que está acompanhando você deverá fazer uma análise do seu histórico clínico e sintomas. Por este motivo, e por questões éticas, não não fazemos nenhum tipo de comentário sobre exames.
      abçs,

  7. O meu filho tem 6 anos e ele, desde de bebê tem alergia ao leite. Os exames dele sempre deram elevados. Será que tem cura? Há algum médico aqui em Curitiba que esteja implantando algum tratamento mais específico.

    • Olá Vislaine,

      Se ele já tem 6 anos e os resultados ainda se apresentam altos, é provável que ele permaneça alérgico ao leite e convém não bobear com a alimentação dele, já que o único tratamento ainda é a exclusão total de leite, derivados e de qq alimento que possa contê-los!
      Em geral, muitas crianças que apresentam alergia ao leite de vaca, costumam melhorar até os 3 anos de idade. Sugerimos que vc mantenha o acompanhamento médico e que ele faça periodicamente os testes alérgicos, para um melhor controle.

      Gde abraço,

      Juliana

  8. Marcos Stiborski on

    Quero agradecer a equipe desse site pela valiosa contribuião que presta ao detalhar e indicar sintomas e exames capazes de minimizar o sofrimento de tantas pessoas que possuem tal problema.

    Recentemente, ao pesquisar sobre os sintomas da minha filha de 8 meses, identifiquei aqui alguns deles e sugeri ao pediatra dela a leitura do site, bem como a recomendação do exame de hipolactasia primária, no que ele concordou.

    Essa semana, 16/12/2010, obtivemos o resultado foi CC, ou seja intolerante a lactose.

    Ressalto a importância clínica desse diagnóstico, pois nos deu outro horizonte de dieta para nossa filha.

    Sugiro aos que puderem e tiverem acesso a esse recurso, bem como apresentem os sintomas que façam o exame, tenho certeza que será de grande valia.

    Um abraço a equipe do site e aos pesquisadores que continuem nessa busca por nossa melhora na qualidade de vida.

    • Marcos,
      Seu feedback é muito valioso pra nós! Essa é a principal missão do Semlactose: disponibilizar informações atualizadas para que cada vez mais as pessoas possam entender melhor sobre a IL e outras intolerâncias e alergias alimentares de forma a usar essas informações em seu benefício, e como consequência, melhorar a sua qualidade de vida.
      Agradeço em nome da nossa equipe!
      abçs,

        • Lucinete,
          Por questões éticas, nós não fazemos interpretações de exames. Este exame deve ser interpretado pelo seu médico, pois além do resultado deste exame ele deverá fazer uma análise do seu histórico clínico, sintomas, entre outros. Converse com seu médico, peça que ele lhe esclareça todos os detalhes sobre o resultado deste exame e o que ele lhe aconselha a fazer. Aqui no Semlactose vc tem a sua disposição diversas informações sobre produtos, receitas, etc.

  9. Oi Luciene, muito obrigada pela sua intenção. Mas eu fiz o exame da lactose e a conclusão do exame disse isso . Então o exame Basal igual 80 MG/DL
    30 min 94 MG/DL
    60 min 103 MG/DL
    90 min 99 MG/DL

  10. juliana_nutri on

    Olá Jaqueline,

    Para saber mais informações sobre este exame, entre em contato com o Hospital de Clínicas de Porto Alegre – Rua Ramiro Barcelos, 2.350
    Fone 51 – 2101.8847

    Gde abraço,

    Juliana

  11. Eu gostaria de saber se esse exame da análise molecular para detecção de IL pode ser feito em bebês de apenas 1 mês de vida

  12. Elisvilma,

    Você deve ligar para o Hospital de Clínicas (os telefone está ao final desta matéria) e solicitar as informações sobre como fazer o envio da amostra de sangue.

    Abçs,

  13. Elisvilma Pinheiro d on

    Eu moro na cidade de Paragominas – PA. Tudo indica que meu filho tem Intolerancia a lactose ele já fez o exame que ingere uma certa quantidade de lactose e deu que ele é intolerante. Fiquei apreensiva com resultado por ele não teve reação alguma após ingerir a quantidade de lactose. Gostaria de saber como mando amostra de sangue para realização desse novo exame.

  14. Olá Andreia!

    O único tratamento existente é a exclusão da lactose da alimentação dela ou a diminuição da quantidade de lactose na dieta + uso de suplementos de lactase prescritos pelo médico. No geral, quando a IL se manifesta bem cedo (como no caso da sua filha) é mais provável que a intolerância persista a vida toda e é importante vc observar como o organismo dela reage a ingestão (mesmo que acidental) de lactose, pois os sintomas tendem a ser mais intensos que os da IL tardia.
    Quanto aos exames, o próprio médico que cuida dela pode fazer a solicitação, entretanto, os exames disponíveis não são capazes de dizer claramente qual o grau de IL…eles dizem se há IL ou não, e o grau so mesmo observando no dia a dia, as reações do organismo frente a ingestão de alimentos contendo lactose.
    Converse com o médico dela, pra ver se ele acha necessário fazer o exame agora e se ela poderá fazer uso da lactase.

    Gde abraço,

    Juliana

  15. Olá meu nome é Andreia , e tenho uma filha hoje com 1 ano e 7 meses de idade. Desde de 1 mês e 8 dias ela teve a primeira reação a intolerancia a lactose (que na verdade demorou mais ou menos 2 meses para descobrimos que ela era intolerante a lactose). Hoje eu gostaria de fazer algum exame para saber o grau da intolerância dela ou se tem algum tratamento que possa ser feito ? aguardo contato , obrigada .

  16. Juliana, eu agradeço a resposta. Estou em busca do alergologista. De qualquer maneira gostaria de registrar aqui que fiquei muito satisfeita com este site e com a sua forma de tratar os assuntos. Parabéns! Abraço, Lilianne

  17. Olá Liliane!

    Seu quadro me parece estar mais relacionado à alergia ao leite (a alergia é causada por uma absorção inaqdequada das proteínas presentes no leite) e não à IL (a lactose por se um açúcar, não causa alergia, nunca!).

    Alguns estudos observaram relação entre colite eosinofílica (eosinófilos são células do sistema imune, que podem ser produzidas em maior quantidade em casos de alergia, porém NUNCA de intolerância) e alergia ao leite de vaca em crianças.

    A lactose não estimula o sistema imune, pois justamente pala falta da enzima lactase, ela não é absorvida e todos os sintomas da IL ocorrem por este motivo, pois a lactose fica "parada" no intestino, até ser eliminada totalmente nas fezes.

    Quanto a questão da soja, vc pode ser alérgica sim, na verdade, é até comum ter alergia a mais de um alimento.

    Seria importante vc ouvir a opinião de um ALERGOLOGISTA, e pedir a este especialista para solicitar todos os exames para detectar alergia, pois existem alergias que se manifestam imediamente (desde minutos até poucas horas após a ingestão do alimento ou contato com o alérgeno) e existem alergias que se manifestam mais tardiamente ("hipersensibilidade tardia"), até alguns dias após a ingestão!

    Gde abraço,

    Juliana

  18. Olá,

    Fiquei muito interessada em saber mais sobre este exame.

    Tenho 32 anos e trato há 16 anos problemas gástrico-intestinais. Na verdade, minha mãe relata que qdo nasci tive alergia ao leite e quase fui operada. O pediatra na época deu uns comprimidos e que depois disso passou o problema.

    2003 sofri intensamente com quadros de SII(síndrome do intestino irritável)

    2005 retornei com o mesmo quadro. Na época mudei a dieta, passei a comer mais fibras, frutas, e o leite sem lactose, etc. O quadro se repetia com dores gastro-intestinais intensas e problemas para evacuar. Em 2007 tive um quadro de retocolite ulcerativa com diarreia onde me tratei com mezalazina por 5 meses. Agora em 2009 identificamos um quadro de colite eosonofilica sem esofagite. A gastro insiste na relação com a lactose. Relatei ter sentido alguns sintomas também após me alimentar com rodízio de comida japonesa, e mais diretamente a soja(tofu, shoio). É possível ter alergia a soja e a lactose junto?

    Ela não me pediu nenhum exame para alergia ou intolerância à lactose, como eu tenho que proceder?

    minha mãe apresentou com 55 anos um quadro de doença celíaca. Já repeti 2 vezes o exame de sangue e não foi identificado em mim.

    A proctologista afirmou hoje, categoricamente que não tenho doença intestinal. Só pode ser alergia ou intolerância.

    Existe algum tipo de especialista que preciso procurar?

    Estou realmente confusa, preciso de ajuda.

    Obrigada,Lilianne

  19. Olá Ivone!

    Vcs até podem fazer o exame, mas é necessário conversar com o médico dele e ouvir seu parecer a respeito. Precisa saber qual a imprtancia, se é necessário, se vai mudar em alguma coisa no tratamento dele, etc…
    Como vc relata que ele tem alergia a proteína animal, esse problema marece muito mais atenção do que a IL, pois mesmo alimentos isentos de lactose, contém pelo menos, proteína do leite de vaca. A lactose de certa forma, é facilmente “removida” dos alimentos, bastando adicionar a enzima lactase, para tranformá-la em glicose e galactose. Já isso não ocore com as proteínas e qualquer fragmento da proteína causadora da reação, no alimento (“traços”) já é suficiente para desencadear os sintomas! Como a dieta de exclusão para os casos de alergia é bem mais severa qua na IL, naturalmente vc excllui a lactose de tudo o que ele ingere, entende?

    Gde abraço,

    Juliana

  20. Olá Samantha!

    Como os otorrinos não são especialistas em alimentos, acredito que muitos deles confundam intolrancia a lactose com alergia ao leite de vaca! Eles sabem que o leite está implicado no problema, mas para eles não faz muita diferença saber qual o componente do leite é o responsável, entende? simplesmente porque esse não é o foco de atuação deles. O que contribui para piorar a confu~soa existente entre os profissionais de saúde é que muitos artigos, publicados em inglês, falam de “Intolerancia ao leite”, sem discriminar se é ALV ou IL, e para quem é leigo ou para quem não é especialista em Nutrição ou Digestão, certas palavras podem causar confusão, compreende? a lactose so contribui para o surgimento de infecções se os episódios de diarréia forem intensos o bastante para causar má absorção dos outros nutrientes, levando a um quadro de deficiencia nutricional importante, mas a lactose por ela mesma, não causa infecção…isto está bem estabelecido na literatura científica! Jás as reações do organismo a presença de proteínas do leite, são bastante diferentes e a maioria dos casos de infecções respiratórias e de ouvido são causadas por uma alergia “subclínica” (“disfarçada”) ou mal diagnosticada. Nem sempre os testes alérgicos mostram resultados confiáveis e as vezes é necessário repetir os testes, pois qualquer coisa que interfira com a resposta imunológica (como a presença de uma infecção) é suficiente para mascarar o resultado!

    Vc relata que a mamadeira que seu neném tomou foi com leite de SOJA…portanto, isenta de proteína do leite de vaca e isenta de lactose!!! então, de forma alguma podemos afirmar que é a lactose a causadora do problema, entende? Somente se ele estivesse fazendo uso de uma fórmula isente de lactose, mas que contivesse as proteínas do leite e não apresentasse nenhum problema é que poderíamos talvez descartar a alergia! Mas não te aconselho a mudar a alimentação dele! Se ele parece ter se adaptado a fórmula de soja, é melhor continuar com ela! E observe atentamente todas as reações dele a cada nova introdução de alimentos!
    Acho ótimo que ele tenha ficado bem, e estamos torcendo para que os problemas não retornem!

    Gde abraço,

    Juliana

  21. olá sou eu novamente sobre o caso do matheus,ele já foi descartado sobre refluxo e já o levei em gastrocirurgião de refluxo e todos exames deram negativo.Essa noite foi a primeira dele sem lactose …ele mamou a mamadeira com leite de soja e por incrivel que pareça ele conseguiu dormir sem acordar para tomar analgesico e nem engasgou.Sei que é muito cedo para avaliar mais eu como mãe fiquei esperançosa pois há dois anos venho sem respostas e quase embarco ele na terceira cirurgia.E muito diferente do que vc me relatou TODOS OS OTORRINOS me relatam que a intolerança a lactose causa infecções repetitivas de ouvido e há varios casos com a médica do meu filho.

  22. ivone morgado on

    Tenho um filho de agora 3 anos, que recebeu diagnóstico de intolerância à proteina animal quando tinha por volta de 5 e meio meses de vida, devido a um quadro clinico muito complicado à época. Ainda usa, hoje, a fórmula Neocate, e, apenas há cerca de 2 meses atrás, consegui introduzir uma carne na dieta dele – frango orgânico. Já havia tentado várias carnes exóticas quando era mais novinho. Lendo essa materia, gostaria de saber sua opinião sobre ele fazer esta exame genético para intolerância à lactose – que foi o primeiro diagnóstico dele, até a médica perceber q era algo um pouco mais profundo… Aguardo ansiosa a resposta.

  23. Minha filha de3 anos tem que fazer este exame, porem estou muito preocupada, pois o ultimo que fez machucou muito, gostaria de saber se este novo exame, se tira amostra somente em uma unica picada??

    Obrigada

    Joyce

  24. Estou com dúvidas, pois realizei o exame de Análise Molecular de Hipolactasia Primária, e recebi o ´resultado CT, ou seja, tolerante à lactose. Ocorre que no exame convencional, feito com a ingesta de uma substancia branca e depois várias retiradas de sangue, deu intolerância à lactose.

    Não sei em qual confiar.

    Na dúvida sigo minha dieta sem abusar do leite e seus derivados, me dando direito de algumas liberações.

    Abraços,

    Márcia

  25. Juliana Crucinsky on

    Olá Helena!

    Complementando o que a Lu falou, é possível (apesar de pouco comum) ter as duas doenças em conjunto. Como vc disse que ele tem retocolite, e no geral esta doença cursa com episódios freqüentes de diarréia, é possível (mas não podemos afirmar que seja o caso) que a intolerância a lactose seja secundária à ela…se for esse o caso, talvez ele melhore da IL com o tratamento. É importante que ele siga o tratamento para a colite e para a alergia e intolerância, para evitar que a colite se agrave.

    Gde abraço,

    Juliana

  26. Meu filho tem 29 anos e tem retocolite ulcerativa inespecífica…fui a uma médica em Sampa que pediu vários exames e constatou q/ ele tem intolerância à lactose, alergia ao leite de vaca…Gostaria de saber: Qual a diferença? No meu entender é tudo quase a mesma coisa.

    Obrigada e fico no aguardo da sua opnião.

    Helena

  27. Olá Graciene,

    Para saber estes e outros detalhes você deve entrar em contato diretamente com o Hospital de Clínicas através do telefone publicado em nossa matéria. Eles dão informações somente através deste número.

    Abçs

  28. Graciene da Silva Li on

    Desde que meu filho nasceu foi constatado que ele tinha intolerância à lactose devido algumas reações ao ingerir o leite materno e outros derivados do leite. Com estes sintomas o médico constatou que era intolerância. Queria saber como faço para mandar sua amostra para análise já que moro em Tabatinga no Interior do Amazonas.

    Espero anciosa pela resposta.

    abs.

  29. Estamos sem Lactaid ou Lacdose há 3 meses, e não há sinal

    de que possamos conseguir a Lactase.

    Onde posso conseguir Lactase, onde comprar ?

    Vamos nos unir, e todos seremos contemplados…

  30. Rejane,

    Este exame é realizado em São Paulo e Porto Alegre. O Hospital de Clínicas de Porto Alegre aceita receber material para a realização de exames de outros estados. Para maiores informações, entre em contato diretamente com o Hospital.

    Abçs

  31. Meu filho tem seis meses e está com suspeita de intolerancia a lactose, moro em Bonito – PE e gostaria de saber se este exame é feito em Recife – PE.

  32. Potira,

    Caso você deseje fazer o exame genético, a primeira coisa a fazer é consultar seu médico e solicitar uma requisição médica para a realização deste exame. Com a requisição em mãos você poderá entrar em contato com o laboratório do Hospital de Clínicas e receber informações sobre como proceder para realizar o exame no local ou enviar uma amostra de sangue.

    Abçs

  33. Potira Ferreira Brito de Macêdo on

    Fui diagnosticada como tendo intolerância à lactose por meio de dieta. O gastro não pediu qualquer exame para confirmar, pois disse que os exames disponíveis são muito chatos. Gostaria muito de realizar esse exame. Moro em Vitória/ES, mas estou disposta à ir em qualquer lugar para fazê-lo. Como devo proceder? Desde já, muito obrigada.

  34. Juliana Crucinsky on

    Olá Carla!

    A IgE, quando apresenta-se aumentada, indica alergia. Se o médico solicitou este exame e disse que o caso é intolerância, foi pq o teste para alergia provavelmente deu negativo. Na dúvida, vc pode na px consulta conversar com o pediatra p/ que ele solicite um exame específico para intolerância a lactose.

    Quanto ao Ades, não se recomenda que seja utilizado em substituiçao ao leite, pois esta bebida (o Ades não é leite de soja e sim uma bebida a base de soja!!!), não contém quantidade significativa de cálcio (indispensável ao bom desenvolvimento dos ossos) e possui menos proteína que o leite de vaca e que leite de soja. Sera melhor substituí-lo por um leite de soja suplementado com cálcio, com Supra Soy, Soymilk, Soyos Ativo, Sollys, Naturis Batavo, etc. O Nidex, pode ser utilizado em substituição ao açúcar.

    Se a intolerância for confirmada, dependendo do grau, seu filho poderá usar tb os leites com baixo teor de lactose (Sensy, Zymil, Elegê sem lactose, etc), iogurtes e leites fermentados, mas comce sempre com pequenas quantidades.

    O acompanhamento médico é muito importante, seja com pediatra ou gastropediatra e se houver possibilidade, peça ao médico p/ encaminhar seu filho a um Serviço de Nutrição, de algum posto de saúde ou hospital público, caso não seja possível conseguir um nutricionista pelo plano de saúde ou mesmo particular.

    Gde abraço,

    Juliana

  35. Tenho um filho de um ano e onze meses ele passa muito mal quando toma leite de vaca e derivados, (vômito, diarréia, cólicas…). Será intolerância ou alergia? o pediatra dela pediu alguns exames IGE. Falou que é intolerancia, mas não pediu outros exames. Meu filho bebe leite de soja Ades, e usa Nidex da Nestlé. Gostaria de mais informações. Moro em uma cidade pequena no interior de Minas e aqui há poucos pediatras.

    Por favor, me ajude.

    Abraços/Carla

    Monte Azul-MG

  36. Juliana Crucinsky on

    Olá Rosane,

    É muito importante não confundir alergia com intolerância, pois apesar de alguns sintomas parecidos, são situações distintas, e com tratamentos diferentes. Converse com um gastroenterologista ou com um alergista, para saber o que vc realmente tem, se é alergia ou se é intolerância, e busque ajuda de um nutricionista, para te ajudar quanto à composição da sua alimentação.

    Nosso site está aí justamente para ajudar e tentar facilitar o dia-a-dia das pessoas, que justamente como nós, possui algum grau de IL ou alergia. Não há porque envergonhar-se ou entristecer-se…é importante buscar o máximo de informações e lidar de frente com o problema!!! Conte conosco sempre que precisar!

    Gde abraço,

    Juliana

  37. ROSANE HUNDSDORFER on

    Estou bem perdida com esta situação. Meu Pai (81) tem intolerância e minha neta de (02). Acontece que sempre tive alergias, porém não estava tão forte. Experimentei Actívia e quase morri por intoxicação. Fiz exame e a taxa foi de 149 pts. Então tudo, mas tudo mesmo, não posso mais comer. Tenho alergias a mel e a frutas. Já fui 11 anos Macrob. e tenho frutose com fibromialgias. Então imagine, sou a mil por hora , trabalho um montão e tenho uma vida saudável. Moro na praia, com a natureza. Fiqei muuuiiito feliz por encontrar receitas para me abastecer, pois estou tomando café, chá como pão já há 03 meses. Fico com vergonha de sair e triste por ficar castrada disso.

    • Luciane,
      Eu entrei em contato com O Hospital das Clinicas de São Paulo e eles desconhecem esse exame .O que devo fazer ?
      Att,
      Carla

      • juliana_nutri on

        Olá Carla,

        O exame é feito pelo Hospital das Clínicas de PORTO ALEGRE. Não temos nenhuma informação a respeito do mesmo ser feito em SP ou não.

        O contato é: Hospital de Clínicas de Porto Alegre Rua Ramiro Barcelos, 2.350 Fone 51 – 3359.8847

        Gde abraço,

        Juliana

  38. Maria Vânia Bandeira de Matos on

    Gostei desta noticia, só faz este exame em porto Alegre?
    Moro em Aracaju, minha filha é alergica Nivel 3 e 4 Lactose, especifico ao leite de vaca, fez varios igE e deu positivo, tenho como colher a amostra do sague em Aracaju e enviar para Porto Alegre?

Deixe um comentário

 

Pensando em mudar para

uma alimentação sem leite?

Inscreva-se GRÁTIS nessa série de videoaulas

que vão ajudar você com dicas super práticas!

X Não preciso mudar a minha alimentação.

Recebemos sua inscrição!

Não encontrou nosso email? Se você usa Gmail, Hotmail ou Yahoo, é possível que nossa mensagem tenha caído na sua caixa de spam. Se você não receber a nossa mensagem dentro dos próximos minutos, entre em contato conosco pelo info@semlactose.com

Verifique seu email.