Anúncio

Documentário sobre leite causa polêmica

2

A alergia ao leite da cineasta americana Shira Lane a levou a produzir o premiado documentário Got the facts on Milk?, que mostra o lobby massivo da indústria de laticínios dos Estados Unidos e a relação da sociedade com o consumo de lácteos.

Hugh Jackman, de X-Men, posando para a campanha Got Milk?

Hugh Jackman, de X-Men, posando para a campanha Got Milk?

O nome do documentário é um trocadilho baseado em uma das mais célebres campanhas institucionais sobre o consumo de leite nos EUA. “Got Milk?” , que em português significa “Tem leite?”, teve centenas de celebridadas posando com o famoso bigodinho branco do leite. A campanha teve início na década de 90 e ela faz parte de um grande esquema financiado pela indústria de laticínios local, com o apoio do governo americano, para colocar o leite como alimento essencial no dia a dia das famílias.

Imagine a cena: três jovens dançando rock. Eles param por alguns segundos, tomam um copo de leite e seguem dançando, com ainda mais energia. Esse é um comercial produzido nos anos 60 que ficou conhecido por tentar vender leite como se fosse um energético!

A equipe do documentário decide cruzar os Estados Unidos tendo como destino final a sede do USDA, em Washington, algo similar a nossa Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária. Lá, eles tentam conversar com as autoridades e fazer as perguntas mais polêmicas sobre leite. Afinal, ele é um alimento saudável como eles procuram veicular?

Nas várias paradas que a equipe de filmagem faz ao longo do seu percurso, eles conversam com diversas comunidades. Pessoas de descendência indígena, africana e asiática, comunidades que por sua origem étnica, são as que possuem as mais altas taxas de intolerância à lactose, chegando a quase 95% da população. Mesmo assim, essas gerações cresceram nos Estados Unidos acreditando que, mesmo passando mal com sintomas de intolerância, leite é bom e saudável e elas devem continuar a consumi-lo. A equipe também aborda o programa governamental de auxílio as populações mais carentes, que recebem um tipo de vale alimentação que se restringe a compra de lácteos e ovos!

Ao longo do documentário, vários especialistas são entrevistados. O ponto negativo é a falta de equilíbrio de opiniões. Obviamente o debate sobre os prós e contras do consumo de leite ainda está longe de chegar ao fim. Faltou um contraponto saudável, que mostre os dois lados da moeda e ajude as pessoas a entender os fatos e criar suas opiniões de forma menos parcial.

Assista ao vídeo e deixe aqui sua opinião!

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Colabore com o conteúdo do Semlactose. Envie sugestões de temas para serem abordados, dicas sobre novos produtos, eventos, entre outros. Acesse nossa página de contato e envie sua mensagem.

2 Comentários

  1. Gabriella Plenn on

    ABSURDO SÃO OS QUEIJOS A VENDA , ONDE SE LÊ : SEM LACTOSE!!!!!
    AO LER OS INGREDIENTES QUE COMPÕE OS TAIS QUEIJOS , LÊ-SE: CREME DE LEITE, LEITE ETC…E LACTASE
    ESSES CRIMINOSOS ALIMENTOS FAZEM MUITO MAL A QUEM A LACTASE INCLUÍDA NO ALIMENTO, NÃO PRODUZ NENHUM ANTÍDOTO.
    CADA UM É CADA UM!!!!!

Deixe um comentário