Anúncio

Costela ao vinho tinto

0

A costela bovina é um dos cortes mais saborosos, mas sua carne é fibrosa e por isso nem sempre é macia. Nesta receita, elaborada na panela de pressão, a costela concentra todo o seu sabor e o resultado é uma carne super macia regada a um molho escuro e de sabor intenso.

INGREDIENTES

  • 2 kg de costela com osso
  • 300 ml de vinho tinto
  • 200 ml de água filtrada
  • 400 g de tomates pelados  (ou tomates frescos bem maduros)
  • 1 cebola grande cortada em rodelas finas
  • 1/4 de xícara de azeite de oliva
  • 3 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de pimenta do reino moída (ou pimenta dedo-de-moça picadinha)
  • 1 colher de chá de noz moscada moída
  • 1 colher de chá de páprica doce
  • 2 colheres de chá de raspas de limão
  • 1 colher de sopa de sal

PREPARO

1. Tempere a costela: em um pilão ou recipiente pequeno, coloque o azeite, os dentes de alho, o sal, a páprica, a noz moscada e a pimenta. Amasse o alho e misture bem todos os ingredientes.

costela-ao-vinho-tinto-temperos

2. Corte a costela em pedaços e retire o excesso de gordura. Coloque os pedaços de costela em um recipiente e derrame o tempero por cima envolvendo toda a carne. Deixe a costela marinando neste tempero por pelo menos 3 horas.

3. Prepare a panela de pressão para dourar a costela. Se você utiliza uma panela de pressão convencional, aqueça a panela em fogo médio e coloque os pedaços aos poucos para dourar. Retire os que estiverem prontos e repita até ter toda a carne selada. Se você utiliza uma panela de pressão elétrica, selecione a função dourar e siga os passos acima.

4. Retorne toda a carne para a panela, acrescente a cebola, os tomates e a água.

5. Tampe a panela e prepare para deixar a costela cozinhando na pressão por 55 minutos. Lembre-se que na panela de pressão convencional, o tempo de pressão deve ser contado a partir do momento em que a panela começa a trabalhar na pressão (o barulhinho começa). Na versão elétrica, coloque o timer para 55 minutos.

6. Terminado o tempo de cozimento, você verá que a carne estará completamente macia, quase se desmanchando em fios e os ossos terão se soltado da carne. Retire todos os ossos.

7. Para deixar o molho mais consistente, você deve continuar o cozimento por mais 30 a 40 minutos com a panela aberta até o molho reduzir. Quando o molho estiver mais consistente, adicione as raspas de limão e o vinho tinto. Acerte o sal e a pimenta. Sirva quente.

Você pode servir a costela ao molho de vinho com o Purê Pink (fica linda a mistura de cores no prato), com espaguete, mandioca cozida ou ainda pode servir como aperitivo acompanhado de fatias de pães.

Dicas
  • Escolha um vinho de qualidade média. A ideia de que vinho usado na preparação de alimentos deve ser o mais barato possível é furada. Como a receita leva apenas 300 ml, aproveite o restante para servir durante a refeição.
  • Não coloque todos os pedaços de carne para dourar de uma vez só (por mais que você fique tentado a fazer isso!). Se você colocar todos de uma vez, a temperatura da panela não será suficiente para dourar toda a carne e água irá se formar na base da panela.

 

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Portoalegrense, graduada em Letras, MBA em Marketing de Serviços pela ESPM-RS e MBA Executivo pela FDC. Na área de culinária, Luciane fez cursos no IESB, Escola de Gastronomia de Brasília, além de diversos workshops no Brasil e no exterior. Após descobrir sua intolerância à lactose em 2006, Luciane passou a pesquisar o tema e deu início à criação e adaptação de receitas, substituindo ingredientes e experimentando novos sabores. Em 2007 nasce o Semlactose.com e, desde então, Luciane atua como editora e administradora do site, sempre em busca de novidades na área.

Deixe um comentário