Anúncio

7 dicas para uma dieta detox sem lactose

21

Se você exagerou nos comes e bebes deste verão e nos dias de folia do Carnaval, está na hora de desintoxicar o corpo e retomar os hábitos saudáveis.

Verão é tempo de férias, viagens e muitas festas com amigos e família. É justamente nessas horas que nós, que nos esforçamos um bocado durante o ano para mantermos os nossos olhos longe dos alimentos com lactose, acabamos jogando tudo pro alto e cometemos todos os pecados da gula láctea!

Somado a isso, a superexposição ao sol, o álcool e o abuso de alimentos fritos e refinados inevitavelmente liberam radicais livres, moléculas instáveis que ao se associarem a outras moléculas, provocam uma ação oxidativa, o que pode acelerar o envelhecimento ou ainda desencadear doenças.

Uma dieta desintoxicante tem como objetivo eliminar as toxinas acumuladas pelo seu organismo. Para isso, nada melhor do que alimentos ricos em antioxidantes, substâncias que protegem as células dos danos causados pelos radicais livres. Alguns dos antioxidantes mais conhecidos são o beta-caroteno, o licopeno, as vitaminas C, E e A.

Se você exagerou na bebida e na comida, agora é o momento de deixar o seu estômago e fígado descansarem. Selecionamos algumas dicas especiais para você fazer escolhas alimentares mais saudáveis e repensar o seu cardápio para esses próximos dias pós-carnaval.

1. Fique longe dos lácteos por alguns dias

Se você “fingiu” que não tem intolerância à lactose e preferiu colocar o pé na jaca, passe alguns dias sem consumir alimentos com lactose, mesmo que você costume usar a enzima lactase. Seu organismo vai precisar de alguns dias para se recuperar dos sintomas comuns associados à IL e voltar a funcionar normalmente.

2. Hidrate-se

Tome água de coco e batidas de frutas sem açúcar (evite os sucos industrializados que contém grande quantidade de açúcar). O consumo de líquidos ajuda no transito intestinal e na eliminação de toxinas. Inclua algumas xícaras de chá verde ao longo do seu dia. O Chá verde é rico em bioflavonoides e catequinas, substâncias anti-inflamatórias e antioxidantes. Outra dica é tomar um copo de água com suco de meio limão ao acordar. A água com limão ajuda a eliminar toxinas do organismo, evita a retenção de líquidos, além de equilibrar o Ph do nosso sangue.

3. Evite carnes vermelhas, gorduras, frituras, álcool, alimentos enlatados e industrializados

Mesmo que você faça as suas refeições fora de casa, opte por colocar em seu prato mais saladas e legumes crus ou cozidos ao invés de fritos e empanados. Dê preferência por um peixe ou frango grelhado ao invés de carne de gado e seja generoso na sua porção de arroz integral com feijão ou lentilha.

4. Restaurantes vegetarianos são uma ótima opção

Aproveite o retorno pós-carnaval para ir a um restaurante vegetariano. Se você não está acostumado com a culinária vegetariana, você vai se surpreender com a criatividade de muitos desses restaurantes. Além disso, muitos deles servem pelo menos alguma opção de peixe em seu cardápio. A grande vantagem é que você terá, com certeza, uma refeição leve, saudável, sem excessos de frituras e gorduras que estão sempre presentes nos restaurantes tradicionais. Para encontrar um restaurante vegetariano mais próximo de você, faça uma busca no Google e procure por restaurantes naturais. Você também pode conferir as nossas dicas de locais que servem alimentos sem lactose, sem glúten e veganos na seção Comer & Beber.

5. Inclua nas compras do supermercado frutas e verduras orgânicas e grãos integrais

Os pesticidas e herbicidas também estão na lista dos agentes que atuam na produção de radicais livres no nosso corpo. Procure principalmente por vegetais orgânicos de folhas verde-escuras como o espinafre, o brócolis e a couve que além de antioxidantes, eles contêm cálcio, mineral importante para quem faz uma dieta de restrição aos lácteos. Os grãos integrais contêm maior teor de fibras e ajudarão no trânsito intestinal, sem falar que são muito mais ricos em nutrientes em comparação aos grãos refinados.
E por falar em refinados, passe longe dos corredores de biscoitos, salgadinhos e outras guloseimas. Aliás, está na hora de você deixar esses alimentos à base de farinha branca fora da sua alimentação de vez!

Aqui no Semlactose.com você encontra diversas receitas leves, isentas de lactose, proteínas do leite, glúten, entre outros. Utilize a nossa área de pesquisa de receitas (barra lateral do site) clicando no tipo de receita e filtrando por ingredientes que você não pode consumir. Você vai encontrar diversas opções sem glúten, sem lactose, sem proteínas do leite, sem soja, sem ovos, etc.

6. Troque as sobremesas por frutas da estação

Se mesmo assim você acha frutas muito sem graça para uma sobremesa, incremente com uma colher de granola, passas e nozes.

7. Se você quer fazer uma dieta desintoxicante adequada as suas necessidades, procure um nutricionista

Uma dieta desintoxicante oferece inúmeros benefícios a sua saúde, principalmente para quem possui alergias e intolerâncias alimentares. Procure um nutricionista para fazer uma avaliação e orientar você neste tipo de dieta.

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Colabore com o conteúdo do Semlactose. Envie sugestões de temas para serem abordados, dicas sobre novos produtos, eventos, entre outros. Acesse nossa página de contato e envie sua mensagem.

21 Comentários

  1. Descobri um sorvete sem lactose aqui em Rio do sul, Sta Catarina, e o mesmo é fabricado na cidade vizinha daqui chamada Taió.
    O nome do fabricante é KIMYTO e o gosto é igual daquele que tem lactose, ou seja muito bom!

  2. Olá, nasci com alergia à leite e intolerância a lactose. Por volta dos 6 anos virei tolerante e não mais apresentei sintomas de alergia e a intolerância gerava sintomas muito leves e não chegavam a me incomodar. Porém, recentemente (tenho 25 anos agora), após um tratamento de úlcera voltei a apresentar sintomas mais sérios, como enjôo crônico (há quase 1 mês, tenho náuseas todos os dias), eructações e flatulência constante, distensão abdominal, alternância de diarréia e constipação. Para "tirar a dúvida" que realmente isso é proveniente de uma piora na minha IL resolvi fazer uma dieta sem lactose para avaliar se melhoro. Já estou a quase 2 dias sem ingerir lactose, mas não senti melhora ainda… Quanto tempo pode levar para a remissão da IL durante a dieta isenta de lactose? Agradeço desde já.

    • Olá Nathália,

      Depende muito. Quando os sintomas tem relação somente com a IL, tendem a melhorar logo, mas não temos como prever, até porque, alguns sintomas podem ter outras causas, como hipersensibilidade a outros alimentos, disbiose intestinal, etc. Quando há alergia às proteínas do leite, os sintomas podem demorar um pouco mais para desaparecerem por completo.
      Seria interessante que sua dieta de exclusão estivesse sendo acompanhada por um nutricionista.

      Gde abraço,

      Juliana

  3. Olá, eu tenho intolerância a lactose e descobri faz uns 2 anos, as vezes mesmo sem comer nada com leite e tenho diarreia aguda, uma vez fui em uma churrascaria comi basicamente carne e no outro dia passei muito mal (outras pessoas q estavam comigo comeram e não sentiram nada) uma outra vez comi um salmão com salada de espinafre que também me fez muito mal… é normal ter o estomago sensível assim?

  4. Descobri a pouco tempo que tenho IL, gostaria que me indica se alguns produtos como massas de bolo e outros pré prontos sem lactose, pois trabalho de dia e estudo a noite, tenho pouco tempo de preparar minha comida, isso me ajudaria muito pois estou comendo quase nada. Obrigada!

    • juliana_nutri on

      Olá Michele,

      Em nosso site vc vai encontrar dicas de muitos produtos…de uma oladinha em nossas matérias anteriores.
      De toda forma, é importante sempre ler atentamente os rótulos, pois os fabricantes podem mudar a composição de seus produtos sem qq aviso prévio aos consumidores.

      Gde abraço,

      Juliana

    • juliana_nutri on

      Olá Silvia,

      Não conheço essa marca, e assim, infelizmente não posso opinar. Mas vou procurar me informar a respeito, ok?

      Gde abraço

      Juliana

    • juliana_nutri on

      Olá Silvia,

      O Lactaid é um produto importado, de venda ainda não liberada aqui no Brasil. Para comprá-lo, somente através de sites estrangeiros, ou com alguém que tenha comprado um "excedente", ou então, ao vijar para o exterior ou pedir para alguém q viaje para trazer para vc.
      Aqui no Brasil, por enquanto, só dispomos da lactase nas farmácias de manipulação, nas quais vc pode comprar com a apresentação de uma receita médica.

      Gde abraço,

      Juliana

  5. Olá!
    Depois de 5 anos indo a medicos e fazendo e refazendo exames, sofrendo de candidiase cronica e deprimida, o ultimo medico que consultei me indicou um teste de tolerancia a lactose, que confirmou minha intolerancia. Gente, depois que cortei os laticinios da dieta , nao tive mais NENHUM sintoma dos meus antigos problemas. Estou feliz e chateada ao mesmo tempo, porque e muito dificil viver sem queijo, ricota… mas no meu caso vale muito a pena, sofri demais com os problemas que tive.
    Acho que meu diagnostico foi tardio porque nunca tive diarreia, a nao ser no dia do teste – dez minutos depois de tomar a lactose, comecei a inchar e tive cólicas terriveis . Mulheres, atenção com os problemas alimentares, até mesmo os médicos tem dificuldade em diagnosticar.
    Adorei o site, me ajudou demais
    Isabel

  6. Enio Evandro Müller on

    Descobri um sorvete sem lactose aqui em Rio do sul, Sta Catarina, e o mesmo é fabricado na cidade vizinha daqui chamada Taió.
    O nome do fabricante é KIMYTO e o gosto é igual daquele que tem lactose, ou seja muito bom!

  7. Olá. Apesar de amar a “lactose”, fujo dela desesperadamente por causa das cólicas e por não saber o que tomar como analgésico. O q seria aconselhável?

    • juliana_nutri on

      Olá Ana,

      O mais aconselhável é evitar a ingestão da lactose! Ou então ver com seu médico se vc pode fazer uso de lactase quando for ingerir alimentos com lactose. Mas JAMAIS se auto-medique! a automedicação pode ser extremamente perigosa à saúde!

      Gde abraço,

      Juliana

  8. Ola, fiz o exame de intolerancia a lactose há uns 15 dias, logo dps do exame passei mto mal, tive diarreia por 5 dias…. Desde então não tenho consumido nada de leite e derivados, mas ainda continuo sentindo mta dor abdominal, estufamento… Fui ao medico e realmente confirmou minha intolerancia, ele disse que essas dores sao Pq a lactose ainda esta no meu organismo que as doses sao grandes e provavelmente minha tolerância e zero… Indicou q eu tomasse lactase 2x por dia pelo menos por uns 3 dias…. mesmo sem ingerir nada de lactose…. para Tentar “limpar” meu organismo… Para as dores me indicou corticoides…. Estou preocupada…. Realmente a lactose pode ficar tanto tempo assim no organismo? Adianta tomar a enzima mesmo dps de tanto tempo? corticoides podem me auxiliar como??? Obrigada pela ajuda!

    • juliana_nutri on

      Olá Silvia,

      O desconforto pode realmente permanecer por alguns dias, ainda mais considerando a quantidade de lactose utilizada no exame (que são cerca de 50g de uma só vez!). Como a lactose não é digerida, ela atrai água para o intestino, e isso provoca a diarréia. Oa dores são causadas pelos gases, decorrentes da fermentação da lactose pelas bactérias intestinais, que se alimentam desta lactose e liberam uma grande quantidade de gases no intestino. Estes gases, por sua vez, ao se movimentarem no intestino (por causa dos movimentos peristálticos, que ocorrem normalmente), causam distensão das paredes intestinais e dor. Assim, não vemos por que "limpar" o corpo da lactose e nem porque tomar corticóides, já que não há inflamação no intestino. Em situações como estes, os médicos costumam prescrever medicamentos para auxiliar na eliminação dos gases e analgésicos, para alívio da dor. A menos que haja algum outro problema associado à IL, que necessite de outros medicamentos. Sugerimos que vc converse melhor com seu médico, para tirar todas as dúvidas sobre o tratamento que ele te prescreveu, e se achar necessário, procure uma segunda opinião, de um outro especialista.

      Gde abraço,

      Juliana

      • Ola Silvia Boa tarde, seria interessante você conversar com o seu medico e anotar o alimentos que você anda consumindo, o seu caso é bem parecido com o meu, mesmo sem ingerir lactose, tinha dores, desconforto abdominal e inchaço, ao contrario da maioria eu não tenho diarreia fico constipado o que atrapalhou no diagnostico … ao fim depois de listar alimento e muita conversa e alguns exames fui diagnosticado com SÍNDROME DO INTESTINO IRRITADO, ou seja mesmo eliminando a lactose ainda existia alimentos indigestos que causam a irritação.

        espero ter ajudado

        abraço

Deixe um comentário