Anúncio

Bolo prestígio nutritivo

21

Com tantos pedidos para criarmos receitas com o menor número de ingredientes alérgenos possível, resolvi testar o uso de uma nova mistura de farinhas sem glúten, a base de quinoa, para tornar o bolo mais nutritivo já que não temos ovos nesta receita.

A farinha de quinoa é rica em proteínas de alto valor biológico e é considerada um dos cereais mais completos, sendo rica em vitaminas, minerais, carboidratos e aminoácidos. A farinha possui um sabor bem marcante, mas misturada ao chocolate esse sabor fica amenizado.

A massa fica um pouco mais seca e se quebra com mais facilidade do que quando feito com farinha de trigo e ovos, por isso a calda de chocolate e o coco são essenciais nesta receita.

INGREDIENTES

  • 1 xícara de farinha de quinoa
  • 3/4 de xícara de fécula de batata
  • 1/4 de xícara de polvilho doce
  • 1 1/2 xícaras de açúcar mascavo peneirado
  • 1/2 xícara de chocolate em pó (sem leite)
  • 1/2 xícara de óleo vegetal
  • 1 xícara de água
  • 2 colheres de chá de essência de baunilha
  • 1 colher de sopa de fermento químico em pó
  • 50 g de chocolate de soja em barra
  • 1/2 xícara de coco ralado

PREPARO

1. Em um recipiente, misture bem as 3 farinhas e reserve.

2. Em outro recipiente maior, misture bem o açúcar e o chocolate em pó. Aos poucos, adicione o óleo misturando bem. Após, adicione aos poucos a mistura de farinhas à massa intercalando com água. A massa deve ficar bem homogênea. Ao final, acrescente a essência de baunilha e o fermento.

3. Unte com óleo uma forma baixa, de 15 x 25 cm. Leve ao forno pré-aquecido por até 30 minutos em temperatura média ou teste com um palito para ver se a massa está cozida.

4. Para a cobertura, derreta no microondas o chocolate com 4 colheres de água por 20 segundos em potência máxima. Mexa bem até o chocolate se incorporar totalmente à água e formar uma calda.

5. Espalhe a calda por cima do bolo e em seguida, cubra o bolo com coco ralado.

Dicas
Se você substituir o açúcar mascavo pelo açúcar branco, lembre de usar menos quantidade para esta receita, já que o açúcar mascavo é menos doce que o açúcar branco.
Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Portoalegrense, graduada em Letras, MBA em Marketing de Serviços pela ESPM-RS e MBA Executivo pela FDC. Na área de culinária, Luciane fez cursos no IESB, Escola de Gastronomia de Brasília, além de diversos workshops no Brasil e no exterior. Após descobrir sua intolerância à lactose em 2006, Luciane passou a pesquisar o tema e deu início à criação e adaptação de receitas, substituindo ingredientes e experimentando novos sabores. Em 2007 nasce o Semlactose.com e, desde então, Luciane atua como editora e administradora do site, sempre em busca de novidades na área.

21 Comentários

  1. Luciane,

    Bom dia!
    Tenho um confeitaria e estamos acabando de desenvolver uma linha sem lactose de bolos dia-a-dia e FESTA.
    Gostaria de saber quais os meios de divulgação para este publico especifico?
    Você poderia nos ajudar?

    Muito Obrigada!

    • Marina, é possível fazer essa substituição, mas vc vai precisar reduzir a quantidade de açúcar da receita. O açúcar normal é bem mais doce do que o mascavo. abs

  2. Mara, Taubaté on

    Meu filho tem 2 anos e é alergico á leite, ovos, trigo e milho, fiz essa receita e ele amou, uma ótima opção, adorei….

  3. Olá…gostaria de saber uma receita para crianças que não contenha ovos, farinha,leite/derivados(trabalho em uma escola infantil e fiquei bem comovida pelas restriçoes alimentares de uma criança de apenas 4 anos).Como proceder na alimentação saudavel, evitando esses alimentos até para os outros?Ou melhor:Como proceder com esses casos especificos: Faremos um bolo especial especifico para uma criança unica,ou incluimos todos os amiguinhos nessa?De preferencia algo que enfeitemos e desperte a curiosidade de "experimentar" o alimento pela forma que apresentamos para eles?Muito obrigada!
    Veridiana Enfermeira

    • Veridiana,
      Há um livro que vc pode baixar que foi elaborado para crianças com alergias alimentares multiplas. Lá vc encontra diversas receitas e ainda aprende sobre possiveis substituições. Veja mais informações sobre como baixar o livro em PDF nesta matéria http://semlactose.com/index.php/2010/01/05/pu… – Eu pessoalmente acho que não há nenhum problema nas outras crianças experimentarem uma comida feita para crianças com restrições alimentares. Dependendo da receita, muitas nem irão perceber a diferença. Além disso, entendo que este processo pode ajudar a criança com alergias alimentares multiplas a sentir-se inserida nos eventos sociais com seus coleguinhas. É importante lembrar que muitas vezes, um alimento sem alérgenos acaba muitas vezes sendo até mais saudável do que alimentos comuns. abs

  4. … Nao sou radical. Evito leite e derivados durante a semana. No fim de semana, me darei ao luxo de tomar um sorvete ou comer uma pizza. Sem exageros, nao é preciso drama. Passei a tomar o leite parmalat com lactose reduzida. No meu caso, ele causa ainda um pouco de gases, mas nada extraordinário. Dá pra levar. Obrigado pela atenção. Aos que descobriram agora, nao se desesperem. Não é nenhum bicho de sete cabeças. Basta evitar certos alimentos. Nao se passa fome, nao há sofrimento. Basta ser forte e tocar em frente. Abraços a todos. Nao dê ouvidos aos dramáticos. A únca coisa chata é quando vc diz que nao pode comer um determinado alimento e a pessoa diz: "deixa de frescura". No mais, a gente tira de letra. E o melhor: ao retirar do seu cardápio um alimento que te faz mal, vc faz muito bem a vc. Acreditem.

    • Olá Sérgio,
      Muito legal o seu depoimento! Acredito que esta é uma forma muito saudável de encarar a intolerância à lactose, assim como outras patologias que implicam uma restrição alimentar. Nos sentimos muito melhores, e com a variedade de alimentos existentes, podemos levar uma vida tranquila e muito saudável.
      abçs,

  5. Oi Juliana, obrigado pela dica. Eu fiz os exames e realmente tenho IL. A fraqueza que sentia era decorrente de uma gripe forte. Agora, sem a gripe e sem o leite, sinto-me muito melhor. Meu médico me indicou lactaid, mas eu nao pretendo compra-lo, nao agora. vivo com IL há muito tempo, sem que ninguem tivesse me diagnosticado corretamente. Fazia tempo que nao vivia sem excessos de gases, sem cólica e coceira. Minha esofagite tambem melhorou. É isso. Vou continuar tocando minha vida. Como disse ao médico, nao acho que ter IL é algo sério. Basta mudanças simples no dia a dia. Coisas que fiz por mim mesmo, com um pouco de bom senso. ….

  6. Pessoal, sou novo aqui. Descobri que tenho IL há pouco. Há 5 anos os sintomas se agravaram, mas ainda assim eu nao sabia o que era, pensava que era má alimentação ("besteiras"). Chegou num ponto onde eu produzia tantos gases que eu achava que ia explodir. Além do desconforto, morria de medo de passar vergonha. Dor de barriga, enxaqueca, cólica…. até que descobri. Acho que isso foi ótimo porque agora eu sei o que me faz mal. Nunca fui apaixonado a doces, entao, até certo ponto, é mais fácil para mim. Sinto falta do leite mesmo, que eu tomava todos os dias (puro) antes de vir trabalhar, de bolos (fubá, farinha de trigo….). Ainda estou me sentindo perdido, sem saber o que devo comer. Parei de beber leite há 1 semana, mas tenho me sentido muito fraco. Nao tenho forças pra fazer musculação. Sinto-me sonolento tambem. Hoje comprei um biscoite sem lactose que é rico em cálcio. Tenho a impressao que é a falta de cálcio, mas nao tenho certeza. Queria algo que fosse prático pra substituir o leite, que eu nao me sentisse fraco. Bom, é isso. Abraços a todos e força sempre.

    • juliana_nutri on

      Olá Sérgio,

      A deficiênica de cálcio não se manifesta desta forma. Normalmente um adulto so descobre que tem deficiencia deste mineral, ou através de uma densitometria óssea ou após sofrer alguma fratura, por exemplo. É mais provável que seus sintomas sejam decorrentes de deficiências de outros nutrientes, como ferro, vitaminas do complexo B, causadas pela diarréia ou mesmo por uma alimentação inadequada (excesso de "besteiras", como vc mesmo falou).
      Seria interessante vc procurar um Nutricionista o quanto antes, para uma avaliação detalhada da sua alimentação e para que este profissional possa orientar sua alimentação da melhor maneira possível, ok?

      Gde abraço,

      Juliana

  7. Simone Rezende on

    Olá!
    Gostei muito da receita, vou fazer.
    Peço ajuda pra vocês a fim de obter mais receitas além de sem lactose, sem glúten também.
    Ví que a maior parte das sugestões não são para celíacos. Posso apenas substituir a farinha de trigo por farinha de arroz e fécula de batata ou polvilho?
    Obrigada

    • Simone,
      Dependendo da receita pode funcionar bem, mas nem todas as receitas podem ser feitas com uma susbtituição direta da farinha com glúten pela farinha sem glúten. O ideal é usar uma mistura de farinhas, usando a farinha de arroz junto com polvilho doce e fécula de batata, mas há também outras misturas possíveis. Veja o site da acelbra para mais informações a respeito: <a href="http://www.acelbra.org.br” target=”_blank”>www.acelbra.org.br
      abçs,

    • Mary,
      Diabéticos não podem consumir açúcar mascavo! Para fazer um bolo diet, é necessário usar adoçante para uso culinário.
      abçs,

  8. andreia dalmacio on

    gostaria de saber se minha filha poderia comer deste bolo prestigio nutritivo, devido a alergia a prot´eina do leite e da soja que ela tem?

    • juliana_nutri on

      Olá Andreia,

      Nesta receita utiliza-se chocolate de soja, que é contra-indicado para sua filha, já que ela tem alergia a soja. Vc pode tentar adaptar a receita, utilizando algum chocolate isento de leite e soja ou com cacau em pó. Só não temos como garantir que ficará igualzinho, já q não fizemos este teste. Mas se vc resolver fazer esta adaptação, depois nos conte como ficou, ok?

      Gde abraço,

      Juliana

Deixe um comentário