Anúncio

Publicações na área de alergias alimentares

11

O Instituto Girassol, grupo de apoio aos portadores de necessidades nutricionais especiais, elaborou dois livros sobre alergias alimentares direcionados aos profissionais da saúde e aos pais de crianças com alergias alimentares. O Guia Prático para Diagnóstico e Tratamento de Alergias Alimentares em Pediatria foi elaborado em colaboração com especialistas nas áreas de alergia, gastroenterologia, nutrologia e nutrição e tem como objetivo apresentar informações atualizadas e práticas para auxiliar profissionais da saúde na melhor conduta para o diagnóstico e tratamento dessas patologias. O Guia traz informações detalhadas sobre os diferentes tipos de exames disponíveis, quando e como utilizá-los para cada caso clínico, além de abordar casos de difícil diagnóstico. Por apresentarem sintomas muito semelhantes, o refluxo gastroesofágico e a alergia alimentar, por exemplo, são distúrbios gastroenterológicos que podem ocorrer simultaneamente em até 42% dos lactentes. O último capítulo é dedicado à terapia nutricional e prevenção, uma vez que o princípio básico do tratamento de alergias alimentares é a dieta de exclusão de alimentos alérgenos e a substituição por alimentos que supram todas as necessidades nutricionais do paciente. O capítulo apresenta um quadro comparativo sobre os padrões de conduta propostos pela Academia Americana de Pediatria, a Sociedade Europeia de Alergia e Imunologia e a Sociedade Europeia de Gastroenterologia e Nutrição. Na área de anexos, o Guia traz um quadro comparativo com diversas fórmulas infantis existentes no mercado. A segunda publicação, intitulada Receitas Culinárias para Crianças com Alergias Alimentares, é uma compilação de receitas práticas que podem ser usadas no dia a dia. São mais de 40 receitas divididas em doces e salgadas e, para facilitar a escolha, os alérgenos que não fazem parte das receitas estão especificados no índice da publicação. Um dos destaques deste material é a Lista de Substituições. Esta seção traz substituições para os principais alimentos alérgenos como o leite, a soja, o ovo e o trigo, o que possibilita adaptar diversas receitas e ampliar o leque de opções culinárias. Todas as receitas vêm acompanhadas de uma tabela de informações nutricionais, tempo de preparo e o número de porções. Ambas as publicações estão disponíveis em PDF para download sem custos. Para ter acesso aos materiais, basta preencher o cadastro no site do Instituto Girassol.

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Portoalegrense, graduada em Letras, MBA em Marketing de Serviços pela ESPM-RS e MBA Executivo pela FDC. Na área de culinária, Luciane fez cursos no IESB, Escola de Gastronomia de Brasília, além de diversos workshops no Brasil e no exterior. Após descobrir sua intolerância à lactose em 2006, Luciane passou a pesquisar o tema e deu início à criação e adaptação de receitas, substituindo ingredientes e experimentando novos sabores. Em 2007 nasce o Semlactose.com e, desde então, Luciane atua como editora e administradora do site, sempre em busca de novidades na área.

11 Comentários

  1. Poxa vida! Além de eu ser intolerante a lactose, descobri a um mês que sou intolerante a frutose. Pelo amor de Deus, me ajudem, o que eu vou poder comer agora? O médico me solicitou o teste respiratório de intolerância a lactose e a frutose, ainda não os fiz, pois são bem caros. Peço também que me orientem em quais laboratórios eu poderia realiza-los aqui em BH. Conto com a ajuda de vocês

  2. Ana Claudia Rodrigues on

    tenho intolerancia a lactose, mas notei que minha barriga fica muito estufada, com bastante gases. A digestão e lenta e dificil. Não tomo leite e nem como nada que contenha leite, mas mesmo assim ainda estou com os desconfortos. Desejo receitas para cafe da manha, almoço e jantar e se possivel uma listagem dos alimentos que posso comer.

    • Olá Ana,

      Se a digestão continua ruim e os sintomas não melhoraram, ou vc está ingerindo lactose "escondida" em algum produto ou vc pode ter algum outro problema associado a IL, como doença celíaca, por exemplo. Converse com seu médico a respeito, para que ele possa pesquisar as causas dos seus sintomas.
      Com relação às receitas, de uma olhada nas receitas publicadas em nosso site e cadastre-se, para receber em seu e-mail as novidades.

      Gde abraço,

      Juliana

  3. Meu neto não se alimenta bem [tem trez anos ]. Dou Pediasure uma vez ao dia. É verdade que esse suplemento pode causar danos a saude? Estou preocupada. Responda, por favor.

    • Juliana Crucinsky on

      Olá Evanir!

      As causas dele não se alimentar bem já foram pesquisadas? Ele realmente é inapetente (não gosta de comer ou não tem interesse pela comida)? Ou será que não está trocando os alimentos saudáveis por mamadeiras ou biscoitos, refrigerantes, refrescos, doces, etc?Ele tem algum tipo de alergia ou intolerância alimentar? Tudo isso precisa ser pesquisado e avaliado e seria importante que vc o levasse a um Nutricionista, para uma avaliação detalhada.

      Quem recomedou o Pediasure? Foi o pediatra ou vc dá por conta própria? Quanto a fazer mal, não faz, a menos que seu neto tenha alergia ás proteínas do leite, já estas são a fonte de proteínas deste produto! Mas não é bom ficar substituindo uma alimentação saudável e equilibrada por suplementos. Suplementos podem ser usados, desde que recomendados por um profissional de saude (nutricionista ou médico) em momentos espécífos, para prevenir deficiencias nutricionais, mas é importantíssimo que seu neto adquira hábitos alimentares saudáveis. Converse com o médico dele a respeito e leve-o a um Nutricionista.

      Gde abraço,

      Juliana

  4. Olá Elisangela!

    Mas quais foram os exames que sua filha fez? Eram específicos para alergia alimentar?
    Foi o médico que detectou que o peso dela está baixo? Ou vc é quem está preocupada, achando q ela está muito magrinha? É comum as mães sempre acharem que os filhos estão magros demais, sem que necessariamente eles de fato estejam, quando avaliados pelas curvas de crescimento e de peso. Isso acontece pq já faz parte da nossa cultura, achar que so as crianças gordinhas é que são saudáveis, o que já está provado que não é verdade!
    Mas se realmente ela estiver abaixo do peso esperado para a idade dela e para a altura, o médico precisa pesquisar as causas, que podem ser muitas: recusa alimentar, verminoses, infecções frequentes ou mesmo alergias ou intolerancias alimentares.

    Com referência a lactose, não existe alergia, e sim intolerância, que é apenas uma incapacidade do organismo de digerir este açúcar e de transformá-lo em energia. Os sintomas afetam exclusivamente o trato gastro-intestinal: diarreia, prisão de ventre, dor abdominal, distensão abdominal ("barriga estufada"), excesso de gases. Entretanto, pode haver alergia às proteínas do leite, e os sintomas, podem ser semelhantes aos da IL (o q sempre causa muita confusão entre ambas as condições), mas também podem ser outros como; coceira e/ou inchaço nos olhos, coceira/irritações na pele, bronquite, falta de ar, dificuldade respiratória, etc…

    Os sintomas de alergia ao glúten (doença celíaca), podem se manifestar na pele, ou no intestino.

    Vale lembrar que as alergias (que obrigatoriamente estão relacionadas ao sistema imunológico) são sempre mais graves que as intolerancias (causadas por deficiencias enzimáticas), e necessitam ser tratadas o quanto antes!

    Sugerimos que vc converse com o pediatra dela e tb a leve num alergologista ou num gastropediatra, para uma pesquisa mais detalhada das possíveis causas deste baixo peso.

    Gde abraço,

    Juliana

  5. Elisangela Borges Va on

    Olá

    Minha filha tem 4 anos,está com peso muito baixo já fez exames de sangue que não deram nehum problema. Mas estou preocupada, quais os sinais de alergia alimentar, seja ela por lactose, glúten ou outro alimento?

    O que devo fazer para ajudar minha pequenina?

    Me ajudem por favor?

    Obrigada!

  6. Olá Álvaro.

    "Sinais de IL" precisam ser investigados pro um médico! Pois podem não ser IL, entende? Então, antes de mais nada, é importante que a criança seja avaliada por um especialista o quanto antes!!!

    Atualmente muitos fabricantes tem melhorado a composição e o sabor dos leites de soja, de forma a torná-los mais "semelhantes" ao leite de vaca. Entretanto, é importante lembrar quem nem mesmo o leite de vaca contém todos os nutrientes necessários ao crescimento e desenvolvimento das crianças. Aliás, o único alimento capaz de fornecer sozinho tudo o que uma criança necessita, é o leite materno, e assim mesmo, só até os 6 meses de idade, pois após essa idade, o aleitamento materno necessita ser complementado com outros alimentos, como frutas, legumes, etc.

    Crianças pequenas, na verdade, necessitam de uma alimentação bem diversificada, equilibrada, rica em frutas, legumes, verduras, arroz, feijão, carnes magras (boi, peixe, frango), e pobre em produtos industrializados, como biscoitos (principalmente recheados), balas, chocolates, refrigerantes, refrescos industrializados, etc.

    São poucas as crianças que necessitam de algum tipo de suplementação, como o Pediasure ou similares, e recomendamos que nenhum suplemento seja dado por conta própria, pois, se utilizados de forma incorreta, podem favorecer o surgimento de obesidade infantil, que por sua vez, favorece o surgimento de outros problemas graves de saúde.

    De qq forma, segue abaixo a composição do Pediasure, conforme vc havia solicitado, porém, mais uma vez, reforçamos aimportância de se buscar a orientação de um profissional entes de utilizá-lo, ok?

    "PEDIASURE Pó ou PEDIASURE Líquido pronto para uso fornecem nutrição1 completa e balanceada para crianças da 1 e 10 anos de idade. Podem ser usados como suporte total de nutrição1, ou como suplemento nutricional. A formulação única de DIASURE contendo baixos níveis da lactose torna- o ideal para: promover crescimento saudável; convalescença de doenças; complementação de lanches ou refeições; crianças intolerantes à lactose. (*Não é indicado a pacientes com galactosemia. Não é destinado ao uso parenteral. Não contém glúten.) PEDIASURE® contém 100% ou mais de U.S. RDA para proteína, vitaminas e minerais, em 1.000 ml para crianças de 1 a 6 anos de idade, a em 1.300 ml para crianças de 7 a 10 anos de idade.

    O aleitamento materno2 deve ser mantido após a introdução de novos alimentos na dieta da criança, até completar dois anos de idade ou mais.

    Este produto não deve ser utilizado na alimentação dos lactentes3 nos primeiros seis meses de vida, salvo sob orientação do médico ou nutricionista4.

    Características – PEDIASURE

    Ingredientes: Água deionizada (líquido), amido de milho (líquido) ou xarope de milho (pó), sacarose, caseinato de sódio, óleo de açafrão, óleo da soja, óleo de coco fracionado, minerais (fosfato de cálcio tribásico, cloreto de magnésio, citrato de potássio, fosfato de potássio dibásico, cloreto de potássio, citrato de sódio, sulfato ferroso, sulfato de zinco, sulfato de manganês, sulfato cúprico, cloreto de cromo, iodeto de potássio, molibdato de sódio, selenito de sódio), concentrado de proteína da soro5 de leite, vitaminas (cloreto de colina, ácido ascórbico, niacinamida, acetato da alfatocoferol, pantotenato de cálcio, cloridrato de piridoxina, cloridrato de tiamina riboflavina, vitamina6 A palmitato, ácido fólico, biotina, vitamina6 D3, filoquinona, cianocobalamina), inositol, taurina, palmitato ascorbil, L- carnitina e b-caroteno.

    PEDIASURE fornece aproximadamente 1 kcal por ml. (fonte: http://www.bulas.med.br/?C=A&V=66506F73744944….

  7. alvaro labuto filho on

    Juliana,
    Pode falar um pouco do PEDIASURE?
    Pode ser usado por crianças pequenas (01 a03 anos), que apresentam sinais de intolerância à lactose? A questão é decorrente do fato que os leites de soja, aparentemente, tem poucas vitaminas e nutrientes essenciais para o desenvolvimento de crianças pequenas.
    Grato.
    Alvaro

  8. Olá Barbara!

    Pelo seu relato é muito mais provável q vc tenha alergia às PROTEÍNAS do leite de vaca e não INTOLERANCIA A LACTOSE (é importante saber que ALERGIA A LACTOSE NÃO EXISTE!!!), pois os sintomas alérgicos podem afetar a pele, ao contrário dos sintomas da intolerancia. Em todos os casos de alergia alimentar, a primeira conduta é EXCLUIR o alimento causador dos sintomas, pois as alergias podem causar sintomas muito graves! Usar algum produto para amenizar os "hematomas", além de não resolver o seu problema real (a alergia), pode não surtir nenhum resultado, além dos riscos da automedicação.

    Para que vc não tenha nenhum hematoma ou problema relacionado a ingestão de um determinado alimento, é importante excluir este alimento! Não tem outra solução mais segura! O ideal é vc procurar um alergologista e conversar com ele a respeito.

    Gde abraço,

    Juliana

  9. Barbara ferreira on

    Isso é muito interesante, pois eu sofro de alergia a lactose e é terrivel, qualquer coisa que como que contenha lactose já me deixa cheia de hematomas pelo corpo todo, principalmente na barriga, costa,pernas e no gluteo. Gostaria de saber se alguém conhece algum gel ou creme que venha amenizar as grandes manchas vermelhas da minha pele ou que alivie as coçeiras que são horríveis. muito obrigado!!!

Deixe um comentário