Anúncio

Trouxinhas de maçã

0

As trouxinhas de maçã são preparadas com massa folhada sem lactose, que você encontra pronta na área de congelados no supermercado. As trouxinhas são simples de fazer e você pode criar variações com outras frutas e até mesmo com alimentos salgados.

Eu costumo usar as massas folhadas ou massa fillo da Arosa, pois os ingredientes da massa são somente farinha de trigo, creme vegetal, sal e conservador. A diferença entre a massa fillo e a massa folhada é a espessura. A massa fillo é finíssima, aquela massa que pode ser usada para fazer Apfel Strudel. A massa folhada é um pouco mais espessa e serve para folhados, tortas, palmier, entre outras coisas boas…

Vamos ao que interessa?

INGREDIENTES

  • 1 pacote de massa folhada (300g)
  • 1 ovo
  • 3 maçãs médias (fuji ou gala)
  • 1 limão
  • 2 colheres (sopa) de uva passa
  • 2 colheres (sopa) de online casinos castanha de casino caju picado
  • 1/2 xícara de açúcar misturado com canela a gosto

PREPARO

Descongele a massa folhada conforme as instruções do rótulo. Desenrole a massa e corte 6 quadrados no formato de 12,5 x 12,5cm.

Descasque as maçãs e corte-as em cubinhos. Em uma tigela, misture a maçã, a castanha de caju, as passas, e esprema o limão por cima. Coloque a mistura de açúcar com canela reservando um pouquinho para colocar por cima das trouxinhas quando estiverem assadas.

Ponha no centro de cada quadrado de massa a mistura de maças, distribuindo-as em porções iguais para as 6 trouxinhas. Em seguida, pincele as bordas dos quadrados com ovo e dobre as pontas, fechando como uma trouxa. (veja foto) Coloque as trouxas numa assadeira levemente untada e pincele novamente.

Asse em forno pré-aquecido (180 ºC) por 30 minutos ou até estarem douradas.

Rendimento: 6 trouxinhas

Fonte: adaptado de Arosa

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Portoalegrense, graduada em Letras, MBA em Marketing de Serviços pela ESPM-RS e MBA Executivo pela FDC. Na área de culinária, Luciane fez cursos no IESB, Escola de Gastronomia de Brasília, além de diversos workshops no Brasil e no exterior. Após descobrir sua intolerância à lactose em 2006, Luciane passou a pesquisar o tema e deu início à criação e adaptação de receitas, substituindo ingredientes e experimentando novos sabores. Em 2007 nasce o Semlactose.com e, desde então, Luciane atua como editora e administradora do site, sempre em busca de novidades na área.

Deixe um comentário