Anúncio

Todo tipo de queijo contém lactose?

136

O queijo é certamente uma das mais antigas e melhores invenções da culinária de todos os tempos. Usado em saladas, massas, molhos, pizzas, o queijo é adorado por todos seja em fatias, ralado ou derretido. Muitos leitores chegam até o Semlactose.com buscando informações sobre os diferentes tipos de queijo e para saber quais deles possuem lactose em sua composição. Entenda melhor sobre este adorado alimento e o que os fabricantes dizem a respeito, especialmente para quem tem intolerância à lactose.

Como o queijo é produzido?

Existem mais de 1.000 tipos de queijos sendo fabricados em diversos países do mundo. De forma geral, os ingredientes básicos para a fabricação de queijos são leite fresco, fermento lático e cloreto de sódio (sal). Entretanto, para a fabricação de alguns queijos, como o tipo emental, o queijo roquefort, camembert, entre outros, utilizam-se microorganismos específicos com o objetivo de produzir as características marcantes de sabor, textura e aroma destes queijos.

Inicialmente o leite é aquecido e logo após resfriado para passar pelo processo de coagulação. Nesta etapa, grande parte da lactose (que está presente no soro do leite) é descartada. Após os queijos são prensados, enformados e os que passam pelo processo de maturação, deverão ser armazenados em temperatura adequada para este processo, que pode levar semanas ou até meses.

Entre as principais funções do processo de maturação está o processo da glicólise – transformação da lactose em ácido lático. Em outras palavras, bactérias utilizadas no processo fermentativo consomem a lactose reduzindo o teor deste carboidrato a quase zero. O produto da glicólise, o ácido lático, não possui lactose e portanto não causa nenhum tipo de efeito a intolerantes à lactose. Isso explica o fato de alguns tipos de queijo conterem um teor muito baixo de lactose e poderem ser consumidos sem sentirmos os desconfortos da Intolerância à lactose.

bake-in-box

Qual o teor de lactose dos queijos?

De forma geral, pode-se dizer que todos os queijos elaborados com leite de origem animal, sejam eles de vaca, búfala, cabra ou ovelha, sofrem uma redução do teor de lactose no seu processo natural de fabricação, que pode variar entre 0,06g até cerca de 3,0g por cada 100g do produto.

Apenas como um comparativo, 100 ml de leite de vaca integral contém, em média, 4,5g de lactose. Ou seja, a redução de lactose em queijos pode ser bastante signficativa. Outro aspecto a ser considerado é que dificilmente consumimos uma porção de 100g de um queijo em uma única refeição, o que diminui ainda mais a quantidade de lactose que iremos ingerir por porção (que em geral varia entre 20 a 40g do produto, dependendo do tipo de queijo)

Via de regra, queijos maturados possuem um teor menor de lactose do que os queijos frescos, já que ao longo do processo de maturação as bactérias utilizadas no processo fermentativo consomem a lactose, deixando apenas resíduos deste carboidrato. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, a mussarela de búfala, um queijo fresco, possui cerca de 2g de lactose (por 100g), bem mais do que diversos queijos maturados como os que você verá na lista de queijos com baixo teor de lactose.

E os queijos processados? Eles contêm lactose?

Cuidado com este tipo de queijo! Queijos processados são aqueles que normalmente vem embalados em fatias individuais. Um exemplo comum são os queijos usados pela indústria de fast food, como o famoso “queijo cheddar” dos sanduíches do McDonalds. Esses queijos são chamados de queijos processados. Na verdade este produto é uma massa que contém queijo, corantes, emulsificantes, aromatizantes, e, em muitos casos, leite em pó e soro de leite. Por tanto, este tipo de queijo geralmente contém mais lactose do que os queijos tradicionais.

TEOR MÉDIO DE LACTOSE (EM GRAMAS) POR CADA 100GR DO PRODUTO

Veja nesta lista as quantidades de lactose em gramas (por cada 100g de queijo). Os valores expressos abaixo foram analisados a partir de diferentes amostras de queijos de diferentes fabricantes. Para saber o teor de lactose da marca que você deseja consumir, entre em contato com o SAC do fabricante.

  • Mussarela de vaca: 0,07g
  • Mussarela de búfala: 1,0 – 2,0g
  • Gorgonzola: 0,06g
  • Emmental: 0,1g
  • Gouda (vaca ou de ovelha): 0,1g
  • Feta (de ovelha): 0,1 – 0,5g
  • Havarti: 0,1g
  • Brie: 0,4g
  • Camembert: 0,1 – 0,4g
  • Muenster: 0,1g
  • Parmesão: 0,06g
  • Provolone: 0,1g
  • Minas frescal: 1,0 a 2,0g
  • Ricota: 2,0g
  • Coalhada: 2,9g
  • Cream cheese: 2,5g
  • Requeijão: 4,4g
  • Requeijão light: 7,3g

E os queijos zero lactose? Qual a diferença entre eles e os queijos comuns?

A diferença básica é a adição da enzima lactase ao leite com o qual é produzido o queijo. Este processo tem sido utilizado principalmente em queijos frescos, que costumam conter um teor de lactose mais elevado. É o caso da ricota, do queijo minas frescal, da mussarela fresca e dos queijos processados.

Ficou com alguma dúvida? Poste na área de comentários!

Referências:

Food Standards – Australia New Zealand
USDA National Nutrient Database
Food Intolerance Network
Lactose content in typical Italian gorgonzola cheese: a pilot study
Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos da UFSC
Queijos Tirolez
Queijos Lavera
Queijos no Brasil

Anúncio
Compartilhe.

Sobre o autor

Luciane é fundadora e editora do Semlactose.com há mais de 10 anos e sócia da Bake-in-Box, empresa de alimentos sem glúten e sem lactose. Luciane descobriu sua intolerância à lactose em 2006 e desde então atua como pesquisadora sobre o tema de intolerâncias e alergias alimentares criando e adaptando receitas, além de aprimorar suas habilidades culinárias através de cursos de gastronomia no Brasil e no exterior.

136 Comentários

  1. Ola!

    Sou IL e hj experimentei o queijo de bufala e passei mal. Tambem não me adaptei ao Lactaid,todas as vezes que tomei senti enjoo e aceleraçao cardíaca.

    Existe um leite da marca Piracanjuba que é 0% de lactose e vende no Pao de açucar.

    Ainda to no processo de adaptaçao. qualquer novidade venho compartilhar aqui. abços.

  2. Olá,
    Fui diagnosticada com esofagite erosiva tipo a de Los Angeles. E não posso consumir lactose devido a alta liberação de ácido gástrico para a digestão. Mas, gostaria de saber quais são os tipos de queijo que posso comer de forma moderada?

    • Gessica,
      Acho que o ideal é questionar o seu médico se vc pode consumir queijos sem lactose. Se for possivel, de uma olhada em nossas matérias sobre queijos ou a nossa lista de produtos sem lactose. Abs

  3. Hélio Bessani on

    por favor, gostaria de saber se o queijo tipo grana que tem doze meses de maturação, é zero de lactose, e porque as pessoas falam que o queijo de ovelha e cabra é zero de lactose?

    • Hélio,
      Em princípio os queijos maturados, como é o caso do grana padano, contém 0g ou quase 0g de lactose. Isso se deve ao processo de fabricação dos queijos maturados, o tempo de maturação e o tipo de lactobacilo utilizado no processo. Acredito que as pessoas confundam ao dizer que queijo de ovelha e de cabra é zero lactose. Nem todos eles são. O que ocorre é que no Brasil, os tipos mais vendidos de queijo de cabra e de ovelha, são geralmente queijos maturados, e por isso se acredita que a ausência da lactose se deve ao tipo de leite, o que não é verdade.

  4. Oi , eu queria saber , quanto de carboidratos tem uma fatia de queijo fresco , desses que fazem em casa . Minha irmã faz e é uma delícia . Adorei o site. Bjss

    • juliana_nutri on

      Olá Claudenice,

      Para ter uma informação bem precisa, so mesmo mandando analisar o queijo em algum laboratório de análise de alimentos!
      O mais aproximado que podemos chegar, é comparar este queijo com similares industrializados, para ter uma idéia da quantidade de carboidratos.

      Gde abraço,

      Juliana

  5. Vanessa Leotti on

    Olá, descobri IL recentemente e estou numa fase de adaptação. Estou sentido falta do queijo, infelizmente os fabricantes não informam a quantidade de lactose. Entretanto, acho que posso usar de logica, como a lactose é um carboidrato, posso comer queijos em que o rótulo informa quantidade zero de carboidratos. Estou certa? Abraços, Vanessa

    • juliana_nutri on

      Olá Vanessa,

      Em geral os queijos não recebem nenhuma adição de carboidratos em seu processo de fabricação, assim o único carboidrato que pode estar presente (quando está) é a lactose. Para saber qual o queijo mais indicado para vc, basta fazer exatamente isso…observar a quanidade de carboidratos por porção!

      Gde abraço,

      Juliana

  6. Por indicação de uma amiga que também tem IL, experimentei a marca Balkis (http://www.balkis.com.br/serradabalkis.asp#). Achei legal que o site tem um link falando de IL e uma lista dos queijos que fabricam que não tem lactose (http://www.balkis.com.br/int_lactose.asp). Não sei dizer em qual nível, mas tenho uma intolerância forte, a ponto de não poder tomar nem meio copo de leite. Como minha amiga não teve problemas, comi três pedaços de pizza com o queijo mussarela Balkis (levei numa pizzaria, expliquei meu problema e pedi para fazerem uma especial, sem nenhum outro tipo de queijo e sem regarem azeite). Ficou ótima, com gostinho de forno a lenha e não tive nenhum efeito negativo, pra mim foi fantástico! E ainda comi mais dois pedaços no dia seguinte!
    Achei à venda aqui em São Paulo nos supermercados Pão de Açúcar. Recomendo que testem, quem está desconfiado, que experimente em poucas quantidades inicialmente. Obrigada à equipe do Sem Lactose por disponibilizar esse espaço!!

    • Que legal Juliana! òtima ideia a sua de levar o queijo para a pizzaria. Eu acho que todos podemos fazer isso. Uma outra sugestão de queijo que é isento de lactose e fica maravilhoso na pizza é o queijo de cabra. Vale a pena experimentar! abs

  7. Olá gente!
    Sou intolerante à lactose desde meu nascimento. Como estou com mais de sessenta anos, na época em que eu nasci nem se falava nisso… Minha mãe descobriu pela intuição (coisa de mãe inteligente e observadora) que eu não ganhava diarréia e não chorava tanto, quando ela me dava na mamadeira, farinha de arroz (naquele tempo chamava-se arrozina) ao invés de leite. Assim ela me criou. Quando engravidei (duas vezes) pensei que meus bebês teriam o mesmo problema que eu, mas isto não aconteceu… Houve épocas da minha vida em que vivi momentos de maior estresse, então tive maior intolerância à lactose, outras épocas (às vezes durante vários anos) não tive maiores problemas com o leite ou seus derivados. Nos últimos anos, depois da menopausa, tenho sentido mais intensamente os efeitos da IL. O que, pela minha vivência, sinto que é muito importante observar, é uma rotina na alimentação diária. Por exemplo: de manhã comer uma fatia de pão integral com banana esmagada e/ou outras frutas acompanhadas de suco de frutas (no verão) ou chá quentinho (no inverno). Almoço e jantar: feijão, arroz (pouca carne, frango ou peixe) e legumes e/ou verduras. O jantar é quase sempre o que sobrou do almoço ou uma sopinha de verduras. Nada de lanches com derivados de leite, nem frituras. Para ter uma vida saudável é preciso consumir somente alimentos que nosso organismo não rejeite. Abraço e saúde a todos os IL !!! Jane.

    • Olá Fernando,

      Depende do que vc considera satisfatório, e do seu objetivo.
      Os lactobacillus são bactérias benéficas, que melhoram a condição do intestino e auxiliam indiretamente na melhora dos sintomas da IL, porém não substituem o efeito da lactase e nem curam o problema.
      Sugiro que antes de vc fazer uso dos mesmos, que vc consulte um Nutricionista ou médico.

      Gde abraço,

      Juliana

  8. 'Estou na dúvida, agora depois de ler esse site, sobre o queijo minas frescal. Achei que ele não tivesse lactose alguma, mas, pelo o que entendi tem um pouco. o meu problema além da Lactose é a gordura contida no parmesão, provolone. Esses eu nem arrisco, tenho sintomas de sonolência, irritação e enxaqueca "daquelas" na certa.
    Luciane, por favor, além do queijo minas, qual outro tipo magro que eu poderia, na sua opinão, comer?
    Já uso o leite sem lactose. Pizza…então! Faz muito tempo, outro dia descobri uma pizzaria que fazia com ricota, tomate seco e rúcula, foi para mim a Pizza dos "Deuses", deixou saudades. abs e Parabéns pelo site, aonde podemos nos confortar

    • Oi Selma,
      A questão é saber qual é o seu nível de intolerância. Como vc disse que consome leite com baixa lactose, imagino que vc possa consumir alimentos com algum teor de lactose. O queijo tipo cottage possui um teor baixo de gorduras e, dependendo do fabricante, ele possui menos de 1g de lactose por porção, o que é bem tolerável por pessoas com IL (semelhante ao leite baixa lactose). Verifique no supermercado os queijos tipo cottage que vc encontra e verifique a quantidade de carboidratos presentes. Se o valor for até 1g, é sinal que este produto possui baixo teor de lactose. abs

    • Valéria, todos os leites de animais, sejam de vaca, bufala, ovelha ou cabra possuem lactose. Será o processo de elaboração dos queijos que eliminará parcialmente ou até totalmente a lactose do queijo. Para saber se o queijo de bufala que vc deseja consumir contém lactose, verifique a quantidade de carboidratos do produto no rotulo ou consulte o fabricante. Observação: Não confie nos rótulos feitos por supermercados. Eles nem sempre trazem a medida certa de carboidratos de um produto. abs

  9. Boa tarde.Meu filho tem alergia a proteina da vaca, ele pode comer a muzzarella de bufála e queijo de cabra sabe onde posso encontrar aqui no Rio?Essa informação seria muito útil para mim, pois ele experimentou e passou muito mal.
    Desde já obrigado

    • Olá Ana Paula,

      Se ele já experimentou e passou mal, ele não deve consumir estes alimentos! Quem tem alergia ao leite de vaca, pode ter uma reação alérgica cruzada com leite e derivados de outros animais, como cabra e búfala, pois algumas proteínas presentes nestes alimentos são parecidas.
      sugiro não tentar nenhum alimento novo para ele sem conversar aontes com o médico dele, ok?

      Gde abraço,

      Juliana

  10. Boa noite,
    descobrimos há poucos dias que meu filho possui IL moderada, e lendo alguns sites sobre queijos, fiquei com uma dúvida: a informação de que os queijos com 0% carboidrato não contém lactose vale também para os queijos minas (frescos)? Pois vi que em alguns queijos minas, como o Taeq, por exemplo, a taxa de carboidratos é 0.
    Obrigado

    • Gustavo,
      Os queijos, de forma geral, são produtos que contém apenas leite, fermento e sal. Por tanto, os carboidratos, quando estiverem presentes, serão apenas a lactose, já que não há outros carboidratos na composição do produto. Alguns rótulos trazem 0g na porção, mas isso é um arredondamento. O produto pode ter 0,4 ou 0,5 g na porção. Significa que há uma quantidade bem baixa de lactose e que sim, pessoas com intolerância à lactose podem consumir este tipo de produto. abs

    • Gustavo, tb já passei por isto e descobri que tenho intolerancia ao gluten e a lactose. Quem tem intolerancia a lactose deve fazer exames do gluten tb, pois 70% das pessoas q tem intolerancia ao gluten tem tb a lactose. Geralmente, a retirada de um dos itens ajuda bastante, mas as vezes é necessario tirar os dois (gluten e lactose). Vale a pena investigar.

  11. os queijos que mais consumimos não parece nesse enorme texto , e não adinatou nada !! todos ai fizeram comentarios com duvidas , caramba que saite fraco , cade o queijo prato ?? queijo minas?? mussarela?? tem lactose..?? saite fraco , muito fraco..

    • Olá Vanderlei,
      Acho que a matéria elucida várias questões sobre o teor de lactose em queijos. Os queijos mencionados são aqueles que recebemos informações sobre o teor de lactose diretamente de fabricantes. Os demais, como não tínhamos informações, essas não foram publicadas. Acredito que todos os comentários recebidos com dúvidas de vários leitores (e respondidas), ajudam a entender e esclarecer ainda mais o tema. Abs

  12. olá Silvana,
    Tambem fiquei muito ruim, achava que era tudo da intolerancia a lactose. Depois descobri que estava com hipertireoidismo. Nao sei se voce já vez o exame,se não é bom fazer.

    Um abraco.

    Elenice

  13. juliana_nutri on

    Olá Marcos,

    O teor de gordura dos queijos pode variar bastante, sendo mais aconselhável, vc ler atentamente os rótulos antes de comprá-los.

    Gde abraço,

    Juliana

  14. Marcos Santos on

    Gostaria de saber o teor de gordura dos citados,pos além da intolerancia a lactose tambem tenho a gorduras, mas adoro queijos e estou frustrado por não poder consumi-los
    obrigado
    Marcos Santos

  15. Maria Beatriz on

    Iogurt preparado em casa, à base de leite tipo c e um pote de iogurt desnatado, contem lactose? Ou a lactose é quebrada quando o leite se acidifica?
    Obrigada,
    Beatriz.

    • juliana_nutri on

      Olá Maria Beatriz,

      Todo iogurte (feito em casa ou industrializado), contém lactose, porém em menor proporção que no leite, pois a fermentação do leite no preparo do iogurte consegue quebrar uma boa parte da lactase em glicose e galactose.

      Gde abraço,

      Juliana

  16. Olá, adorei saber sobre os queijos naturalmente sem lactose. Obrigada. Mas fiquei com uma dúvida: Qual a porcentagem de lactose da ricota por exemplo?

    • A ricota, por ser um queijo fresco, deverá conter um teor mais alto do que os queijos maturados, mas não temos o teor exato.
      abçs,

  17. ATENÇÃO: Quero fazer um alerta.

    Sou bastante intolerante à lactose, mas meu caso foi demorado de descobrir porque não sentia nada que todos descrevem aqui.

    Meu problema era que 24h depois, isto mesmo, exatas 24h depois (o que foi a maior causa de dificuldade de diagnóstico), eu perdia as forças, dava muita moleza, não conseguia fazer nada.

    Eu só piorava e os exames não acusavam ainda a IL. A descoberta foi por puro acaso, mas fica longo de contar. Meus exames só acusaram a IL 3 anos depois que descobri que não suportava mais a lactose.

    Nenhum médico conseguiu explicar isto, mas hoje eu não sinto mais aquele mal estar, tenho energia e vivo normalmente, inclusive consumindo o Sensy (acho mais saboroso) e queijos sem lactose (sem abusar da gordura, claro!).

    • Olá, achei interessante seu comentário, pois ninguém fala sobre a perda de forças e a moleza que a intolerância a lactose pode provocar. Eu sinto que fico sem forças e sem ânimo, e meu estômago queima. Não é gastrite, pois acabei de fazer uma endoscopia e um monte de exames inclusive para ver se sou intolerânte ao glutem. . E descobri que sou intolerânte a lactose a quatro dias e os sintomas continuam, mesmo eu não consumindo mais nada que contenha lactose desde então. Até tontura tenho sentido, minha cabeça queima…não sei se á a falta do leite e derivados, algum tipo de abstinência ao leite..mas nada está melhorando…pois eu tomava muito leite, café com leite era minha bebida predileta digamos assim….
      Estou achando que estes sintomas de cansaço e desânimo, mal estar…perda de energia, moleza, devem estar associados a intolerância a lactose, inclusive a má digestão , pois tudo o que tenho comido..legumes, tudo sem muita gordura, nada de frituras, frutas sim, mas mesmo assim continuo com uma sensação de queimação no estômago, sem ter gastrite.

      • juliana_nutri on

        Olá Silvana,

        Converse com seu médico, pois esses sintomas não deveriam estar surgindo! Pode ser que vc esteja com algum tipo de deficiencia nutricional ou que a sua alimentação esteja inadequada com a retirada do leite e derivados, e sem as substituições corretas, pois a exclusão de leite e derivados não causa sintomas de "abstinência"!

        Gde abraço,

        Juliana

      • Eu também tive os mesmos sintomas de fraqueza e dores de cabeça até descobrir que tinha SSI (isso depois de longos 4 anos com terriveis sintomas,,que só descobri depois de ir a campo pesquisar) nos exames devido a ma absorção dos nutrientes,foi detectado falta de vitaminas b e ferro no sangue.Após ter o cuidado de me abster dos componentes do leite (que no meu caso combinado com o consumo de carne era fatal para mim) percebi que minha vida melhorou bastante,muito obrigado pelo site,vocês não tem idéia de quanto ele me ajudou.

        • Paschoal, tb já passei por isto e descobri que tenho intolerancia ao gluten e a lactose. Quem tem intolerancia a lactose deve fazer exames do gluten tb, pois 70% das pessoas q tem intolerancia ao gluten tem tb a lactose. Geralmente, a retirada de um dos itens ajuda bastante, mas as vezes é necessario tirar os dois (gluten e lactose).

  18. Eu tenho um problema há anos que não consigo resolver: minha barriga cresce muito e se enche de gases sempre que eu como alguma coisa. Acho que tenho intolerância ao leite e também ao glúten. Comecei a evitar o glúten, mas o problema continua. Será que pode ser intolerância ao leite? Não tenho nenhum tipo de alergia, só a questão da barriga. Parece que estou grávida de uns 8 meses. A barriga fica bem dura, a pele estica e muitos, muitos gases. O que é que eu faço?

    • Denise, distensão abdominal é um dos sintomas de intolerância à lactose, mas não significa que este sintoma esteja associado apenas à IL. Para verificar o que está causando este desconforto, sugiro consultar um gastroenterologista. Ele poderá avaliar seu caso e solicitar os exames necessários.
      abçs,

    • Denise, passo por problema semelhante e desde pequeno sofro de cólon irritável ou Síndrome do Intestino Irritável (SSI) ou seja vc pode ter várias doenças que causam distensão abdominal e deve procurar não só um gastroenterologista como tb uma boa nutricionista Mas o fato de eu estar aqui neste site é justamente pq depois de eloiminar da alimentação diversas coisas que causavam excesso de gases no intestino descobri que a lactose tb me causava e agora sou feliz livrando-me dela Mas não esqueça de ir ao médico e à nutricionista, é primordial pra sua segurança, e depois pesquize na web o que causa gases, vai descobrir muita coisa além de repolho, rssssssss ! !

      • Tenho os mesmos sintomas, SII e distensão abdominal, gases etc…depois de varios medicos, um acertou c um remedio bem barato muito usado antigamente…CARVÃO VEGETAL, não precisa de receita

    • Pessoal, 70% das pessoas que tem intolerancia a lactose tem tambem intolerancia ao gluten. Entao, cuidado, se tem intolerancia a lactose, investiguem a questao do gluten tb. Distençao abdominal acontece nos 2 tipos de intolerancia… as vezes, os sintomas melhoram com a retirada de um dos itens, mas é bom investigar se não é necessario retirar os dois itens.

  19. Olá Marcos,

    Agradecemos os elogios ao nosso trabalho. Em relação a onde encontrar queijos sem lactose em Salvador, vc deve procurar por lojas de alimentos especiais (alimentos para diabéticos, celíacos,etc) e verificar se eles vendem queijos sem lactose. Além disso, vc pode procurar nos supermercados por queijos maturados, como o parmesão, que são queijos tradicionalmente com baixos teores de lactose chegando até a serem isentos de lactose em alguns casos. Para saber mais detalhes sobre o queijo que vc deseja comprar, entre em contato com o SAC do fabricante e peça mais informações sobre o teor de lactose. Eles deverão ter esta informação para lhe fornecer.

    abçs,

  20. Marcos Antonio on

    Primeiro gostaria de agradecer pela resposta q vcs me deram onde encontrar chocolate sem lactose aqui em Salvador-BA. Ja encontrei, adorei e estou muito satisfeito. Obrigado de coração.Segundo, gostaria de parabeniza-los por esse belissimo trabalho de informação sobre lactose q vcs apresentam e terceiro,gostaria de saber onde encontro, aqui em Salvador-BA, o queijo ou requeijão sem lactose pois, também é outro produto q sou apaixonado e ainda ñ achei.

    Desde já agradeço!

  21. Rosilene Rocha on

    Depois de conhecer o blog dos IL, descobrí que poderei comer algum tipo de queijo, vou experimentar o queijo meia cura conforme foi citado,e tbm o queijo Minas sem lactose, há 02 anos não como queijo e pão de queijo, como sou mineiríssima vcs podem imaginar o meu esforço né.
    Agradeço muito aos colegas IL pela informação.

  22. QUANDO EU COMECEI A TER DOR DE BARRIGA E EU AINDA TOMAVA LEITE DE VACA, MINHA VÓ ESTAO ME LEVOU NO ESPECIALISTA E DESCOBRI QUE ERA INTOLERANCIA A LACTOSE , COMECEI A TOMAR LEITE DE SOJA. E ESTOU MELHOR COM O LEITE DE SOJA.

  23. Elaine,

    A IL pode variar em sua intensidade e manifestação dos sintomas.

    Muitos IL alternam momentos em que qq quantidade de lactose é suficiente para desencadear os sintomas, com momentos de maior tolerância. Estas variações também podem sofrer influência de vários fatores, como uso de medicamentos, presença (ou não) de alguma outra patologia, etc.

    E na realidade, só podemos classificar como 100% IL quem menifesta a IL antes dos 6 meses, já que se trata de IL congênita e nesses casos, o organismo realmente não produz a enzima lactase. Todos os outros casos, principalmente se a IL se manifestar na idade adulta, podem ser transitórios (a pessoa pode voltar a ingeir lactose) ou podem alternar momentos de maior ou menor intolerância e por isso mesmo, os órgãos americano e canadense equivalentes ao nosso Ministério da Saúde recomendam que a lactose não seja totalmente excluída da alimentação, a não ser nos casos de IL congênita.

    Gde abraço

    • Oi, Juliana! Interessante esse dado sobre intolerância diagnostica antes dos 6 meses de idade. Quando minha filha nasceu, ela tinha muitas dores de barriga, logo desconfiei que pudesse ser IL pelo meu histórico familiar, histórico este que não me atingiu, e tive de cortar da minha dieta leite e derivados para continuar a amamentá-la. Hoje ela tem um ano, e continuamos com essa dieta, porém até então acreditava que ela pudesse um dia vir a tolerar a lactose, até ler esse dado que tu apresentaste. Muito me entristesse. Procuro avidamente alternativas para a alimentação dela, o que me fez chegar ao blog. Nunca confirmamos devidamente o diagnóstico dela, por ter quase certeza do mesmo. Saberias me dizer qual profissional, especialista em crianças, poderia nos ajudar e confirmar a IL?
      Desde de já obrigada.

      Patrícia

  24. Elaine Alécio on

    tenho 100% IL. Mas tem época que como mussarela, iogurte caseiro, queijo parmesão e não sinto nada. Daí, em outras vezes, apenas o iogurte me dá todas as reações da intolerância. Pq será?

    Grata

      • juliana_nutri on

        Olá Carla,

        Se sua filha é intolerante a lactose, somente, ela poderá consuir queijos que contenham 0g de carboidrato.
        Porém, se ela também tiver problemas com as proteínas do leite, aí nenhum queijo produzido com leite de vaca.

        Gde abraço,

        Juliana

  25. O processo de coagulação dos queijos transforma a lactose em ácido láctico.

    Enquanto o queijo está secando no início da maturação ainda se encontram traços de lactose, mas a partir de meia maturação esse percentual baixa a zero.

    Basta olhar nos rótulos dos queijos: Carboidratos=0 significa lactose=0

  26. Juliana Crucinsky on

    Olá Lucas!

    Infelizmente não temos como te dar essa resposta, pois sequer sabemos se vc tem um alto grau de IL ou não! Cada organismo reage de um jeito a diiferentes quantidades de lactose.

    Gde abraço,

    Juliana

  27. Lucas Campos on

    Olá,

    Eu queria saber se eu posso comer queijo tipo:

    Cheddar: 0,0 – 2,1%Parmesão: 0,0 – 3,2%Provolone: 0,0 – 2,1%, etc…

    sem precisar tomar o remédio LactAid, ou se tem limitações sobre isso?

    Grato

    Lucas

  28. Olá Jaqueline,

    segundo a Tabela de Composição de alimentos, da USP, numa fatia (cerca de 13g) de mussarela, há 0,11g de carboidratos (lactose) e em 100g, há 0,85g, ou seja, é uma quantidade pequena, se compararmos com o teor de lactose de 100ml (meio copo) de leite de vaca, que contém cerca de 5g de lactose!

    Na verdade, a sua preocupação deverá ser com a quantidade ingeridade de cada alimento, pois o grau de intolerancia varia de pessoa p/ pessoa.

    Gde abraço,

    Juliana

  29. Que alivio encontrar esse site, a 3 dias descobri que tenho intolerância a lactose, entrei em desespero, pois adoro leite e derivados, mas a minha maior preocupação é ter que deixar de comer mussarela; seria possível informar sobre o teor de lactose da muzzarella tradicional (feita de leite de vaca)?

  30. Daniel,

    Obrigada pelos elogios ao site! Nunca ouvi falar sobre sintomas de enjôo com o uso da enzima lactase. Como seu médico relatou, a enzima lactase não deveria produzir efeitos colaterais, mas é fato que ainda há poucos estudos sobre o uso da enzima na literatura científica. Fica aqui uma sugestão para médicos e nutricionistas, não é mesmo?

    Abçs,

  31. Prezada Luciane,

    Parabéns pela iniciativa do site. Descobri recentemente ter IL e estou me adaptando à nova vida.

    As poucas vezes em que tomei lactase senti enjôo algum tempo depois. Você já ouviu falar nisso? Os médicos dizem que não há efeitos colaterais, mas minha experiência não é essa.

    Obrigado

    • Oi Daniel, tive o mesmo efeito colateral, meu médico disse o mesmo, que não haveria nenhum efeito colateral. Depois de algumas vezes notei que dependia da quantidade de comprimidos e quantidade ingerida, fui regulando a dosagem conforme o que consumia. Se eu tomava uma dose maior da lactase e acabava comendo pouca ou quase nenhuma lactose eu ficava enjoada. Vai a dica.

    • Olá Daniel, tudo bem? Tive uma experiência negativa também com lactase, quando tomei antes de uma refeição me senti tão mal que cheguei a vomitar! Acredito que seja o que a Estella comentou, a quantidade de lactose que ingerimos. Gostaria de ter mais informações também!

  32. Eu solicitei à empresa Tirolez que me informasse quais queijos possuem baixo índice de lactose. Eles me enviaram uma lista de produtos com o teor de cada um. A maior parte deles contêm um índice tão baixo que o valor não foi detectado.

  33. Fabíola Barbi on

    Que maravilha esta empresa Carnielli que nos brinda com tantas informações! Parabéns! Quanto ao queijo sem lactose, devemos pedir aos estabelecimentos comerciais que comprem dos fabricantes esses produtos. Morro de vontade comer queijo todos os dias…q agonia gente! Carnielli, farei minha parte, trabalho em uma grande rede do sul e tentarei um contato para vcs atenderem nosso estado ok. Abraço a todos os IL!

    • Sim, queijo fundido. Exemplo: requeijão e cremes tipo requeijão (como Philadelphia) usam sais fundentes, como os fosfatos e não fermentos.

  34. Correndo o risco de ser repetitivo, porque já foi falado que os queijos não mencionados neste artigo ainda estão sendo pesquisados com relação ao seu teor de lactose, seria possível informar sobre o teor da muzzarella tradicional (adoro pizza, mas tenho evitado) e o queijo de cabra?

    Forte abraço

    Antonio

  35. Eu e minha mulher, agora, depois dos 40 anos, somos intolerantes em quase 100%
    à Lactose. Antes eu tomava 1 litro de leite ao dia e não sentia nada. No entanto, posso comer sem problema algum o queijo Parmesão “curado” que compro em Rivera, no Uruguai. Tenho um amigo Especialista em queijos que garante que o queijo Parmesão, depois de curado não contém mais lactose. Continuem a divulgar este site sobre a Lactose, pois muita gente é intolerante e não sabe.
    Abraços.
    Dr Tamir De Barba

  36. Maria Aparecida,

    Sim, você poderia fazer uma receita de Pão de Queijo com parmesão ou outro queijo com baixo teor de lactose para sua filha. No entanto, o que os médicos sempre aconselham é o consumo moderado de alimentos com baixo teor de lactose para que aos poucos a pessoa com IL aprenda os seus próprios limites de ingestão de lactose. Diversos estudos mencionam que uma maioria de pessoas com IL consegue ingerir até 2 copos de leite por dia sem ter sintomas, porém, isto varia de pessoa para pessoa.

  37. Maria Aparecida Fran on

    Se o queijo maturado tem uma porcentagem pequena de lactose, seria possível fazer alguma receita de pão de queijo com baixo teor de lactose? Minha filha, na juventude, há 3 anos, passou a ter uma IL forte e morre de vontade de comer pao de queijo… Será possivel???

    Obrigada, Aparecida.

  38. A alergia ao glúten e à lactose poderiam ser mais divulgadas em toda a mídia para termos mais opções. Assim poderiamos ter pontos de venda de produtos como o queijo finlandês no Brasil . Abraços Beth.

  39. Olá Regina,
    O queijo branco é um queijo fresco (queijo minas frescal, ricota, mussarela de búfala). Os queijos frescos tem um teor mais alto de lactose do que os queijos maturados. As porcentagens variam em torno de 4 a 6%, ao passo que os queijos maturados giram em torno de 0 a 3%.

    Abçs,

    Luciane

  40. Márcia Regina on

    Sobre essa reportagem, gostaria de saber se esse fabricante, Finlandia, possui pontos de venda no Brasil.

    Procurei no google por site nacional ou fabrica e nao encontrei.

    Obrigada,

    Márcia Regina de Medeiros

    Curitiba – PR

  41. Nossa gente! Que notícia boa! Estou adorando o site! Nossa, saber que posso comer um queijinho de vez em quando me deu um alívio, sabiam? Puxa, sou filha de mineiros, imaginem o quanto amo queijos!

  42. Qtos % de lactose tem o queijo prato tradicional?
    O queijo de cabra como sem problema, o de búfala me deu reação.. Queria comparar a porcentagem dos dois frente ao queijo prato…

    Acabei de achar esse blog na comunidade IL do orkut..
    Adorei!!!!
    Abç,
    Chris

  43. Olá Chris,

    Nós estamos buscando mais informações sobre as porcentagens de lactose entre fabricantes de queijo no Brasil. Assim que tivermos estas informações em mãos publicaremos no Semlactose.

    Que bom que você gostou do blog! Aproveite e se inscreva para receber as novidades por email.

    Abçs,

    Luciane

    • maria aparecida on

      Luciane e Chris bom dia,
      Por mais de 4 anos sofri com minha filha, que passou por 4 endoscopias e todas realizadas antes dos 15 anos e graças a Deus e a uma otima médica que não parou após a ultima e solicitou mais exames porque nas palavras dela era inadmissível que uma menina nesta idade tomasse remedios para o estomago e dor de cabeça quase todos os dias e que em uma idade adulta ela iria sentir os resultados disto. Bom, minha filha relatava que parecia te ruma bola na "boca" do estomago, por dias não comia e eu logico, pedia pra ela tomar um leite com bolacha, imaginem que eu dava veneno pra ela. Hoje vou atras dos produtos sem lactose e encontrei na marca BALKIS, indicada pela gastro e encontrei uma empresa empenhada em pesquisas e resultados sobre a lactose, fabricam produtos e podem ser comprados pelo site e no meu caso entrei em contato e inclusive me pediram que reportasse a eles sempre que minha filha consumisse seus produtos, que o resultado era muito importante para eles. Espero ter ajudado.
      Abs
      Cida

      • Olá, Cida. Vc já fez exames para saber se sua filha tem intolerancia ao gluten? Eu tb tinha dores de cabeça e digestão lenta/pesada (alem de rinite,anemia, sinusite, colicas qdo era criança etc) e tudo melhorou 100% depois q cortei o gluten, pois descobri q sou celiaca. Minha nutricionista (dra Denise Carreiro, de SP, http://www.denisecarreiro.com.br) fala q tem gente com sintomas semelhantes aos do gluten, mas q podem ser da caseina, ou seja, da proteina do leite. Neste caso, nao adianta retirar a lactose, tem q retirar todos os derivados do leite. Vale a pena investigar a fundo, pois a saude da criança influencia eté no humor e aprendizado na escola. Boa sorte!

Deixe um comentário